Menu
Busca Seg, 27 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Saúde Pública

Abono salarial do PIS/Pasep começa a ser pago hoje

19 março 2020 - 11h00Por Plantão de Notícias

Os últimos beneficiários do calendário 2019/2020 dos programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) recebem o abono salarial a partir de hoje (19). O prazo máximo para sacar os recursos é 30 de junho de 2020.

Quem é cliente da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil recebeu os recursos por meio de crédito automático no último 17.

O pagamento do PIS para trabalhadores da iniciativa privada é feito pela Caixa, e do Pasep, para servidores públicos, pelo Banco do Brasil.

O último lote do atual calendário foi liberado para os trabalhadores nascidos em maio e junho, no caso do PIS.

Para os servidores, o pagamento foi liberado para aqueles com inscrição final 8 e 9.

Os valores variam de R$ 88 a R$ 1.045, de acordo com a quantidade de dias trabalhados durante o ano base 2018.

Os pagamentos são escalonados conforme o mês de nascimento do trabalhador e tiveram início em julho de 2019, com os nascidos naquele mês.

A estimativa é de que sejam destinados R$ 19,3 bilhões a 23,6 milhões de trabalhadores, em todo o calendário do PIS/Pasep.

Edição: Kleber Sampaio

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esporte
Festa do Corinthians no pódio após a conquista do Brasileiro Feminino
Covid 19
Brasil soma 243 mortes por Covid e 8.668 novos casos em 24 horas
Total de infectados desde o início da pandemia é de 21,3 milhões, enquanto óbitos chegam a 594.443
Economia
Microempreendedores têm menos de uma semana para regularizar dívidas
Brasíl e Mundo
Austrália: pacto de Aukus não levará à proliferação nuclear
Tempo
Última semana de setembro terá pancadas de chuva com destaque para calor e tempo seco
Campo Grande
Croquete de mandioca com carne: petisco saboroso e prático
Politicos
Vai vendo Brasil!
Religiosos
Padre é preso por desviar dinheiro da igreja para orgias gays e drogas
Brasil e Mundo
Covid-19: Brasil registra 19,4 mil casos e 699 mortes em 24h
Justiça
STF decide se os estados devem pagar hospitais pela tabela SUS