Menu
Busca Dom, 26 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Mato Grosso do Sul

Agesul interditará por 40 dias ponte do Nabileque, na MS-243, para reforma

30 dezembro 2020 - 10h00Por N.V.

A Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) lançou aviso à comunidade pantaneira da região do Nabileque, em Corumbá, informando que haverá interrupção de tráfego sobre a ponte da Vazante do Jatobá, na rodovia MS-243, a partir do dia 5 de janeiro, para reforma da mesma.

Devido ao intenso movimento de caminhões e máquinas para as obras de construção de pontes e galerias na rodovia, pelo Governo do Estado, a estrutura de madeira da travessia, com extensão de 228 metros sobre o Rio Nabileque, sofreu avarias, necessitando de reparos urgentes.

Alerta

O regional da Agesul em Corumbá, Luiz Mário Anache, informou que a interdição do tráfego deverá durar 40 dias. A reforma na estrutura da ponte consiste na substituição de esteios de sustentação, para realinhamento do seu eixo, e do assoalho, além de nova pintura e sinalização.

“Os proprietários rurais devem se organizar, o quanto antes, para suprir suas propriedades com insumos. Após a interdição, o acesso será feito apenas por lanchas”, alertou o regional.

A Jatobá é uma das principais passagens da MS-243, distante 100 km do trevo da rodovia com a BR-262, já no município de Miranda. Na região o Governo do Estado está implantando novos trechos da MS-243 para interligar, a partir da BR-262, o centro do Pantanal do Nabileque a o Forte Coimbra.

Texto: Sílvio de Andrade

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Croquete de mandioca com carne: petisco saboroso e prático
Politicos
Vai vendo Brasil!
Religiosos
Padre é preso por desviar dinheiro da igreja para orgias gays e drogas
Brasil e Mundo
Covid-19: Brasil registra 19,4 mil casos e 699 mortes em 24h
Justiça
STF decide se os estados devem pagar hospitais pela tabela SUS
Geral
Anatel aprova leilão da exploração do acesso móvel na tecnologia 5G
Inclusão
Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência
Campo Grande
Preso em ação contra corrupção em MS era o 'braço direito' do ex-prefeito e 'quem assinava os cheques', diz polícia
Operação Policial
Polícia Federal faz operação para combater fraude no INSS do Amazonas
Campo Grande
Ameaça de delação de Gilmar Olarte causa 'espanto', afirma procurador-chefe do MP