Menu
Busca Dom, 26 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Brasíl

Bolsonaro defende federalizar Fernando de Noronha para ampliar turismo

06 novembro 2020 - 08h00Por Plantão de Notícias NV

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira que vai trabalhar pela federalização do arquipélago de Fernando de Noronha, que atualmente é vinculado ao Estado de Pernambuco, e criticou o que considera alto custo para se visitar o local, defendendo transformá-lo em um polo turístico.

“Eu sugeri a gente federalizar Fernando de Noronha porque parece que virou ali uma ilha de amigos --não quero falar o nome aqui para não criar problema--, de amigos do rei, e o rei não sou eu”, disse ele, em transmissão pelas redes sociais.

Bolsonaro chamou de “absurdo” e “inacreditável” ir para uma praia na ilha e pagar 100 reais, ao pregar mudanças. Na verdade, há uma taxa de preservação ambiental do arquipélago no valor diário de 75,93 reais.

O presidente afirmou que pretende federalizar o arquipélago para fazer de Noronha um polo turístico.

 

“Poderia ser um local aí de arranjar recursos para o Brasil, vindo de fora, do turismo, dar uma condição de vida melhor para a população. Então é muita coisa errada no Brasil que a gente vai arrumando devagar, arranjando solução. Não dá para aquela ilha ter dono”, criticou Bolsonaro, sem citar quem seria o “dono” do local.

O atual governador de Pernambuco é Paulo Câmara, filiado ao PSB, partido que tradicionalmente tem feito oposição ao governo Jair Bolsonaro.

Por Reuters

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Croquete de mandioca com carne: petisco saboroso e prático
Politicos
Vai vendo Brasil!
Religiosos
Padre é preso por desviar dinheiro da igreja para orgias gays e drogas
Brasil e Mundo
Covid-19: Brasil registra 19,4 mil casos e 699 mortes em 24h
Justiça
STF decide se os estados devem pagar hospitais pela tabela SUS
Geral
Anatel aprova leilão da exploração do acesso móvel na tecnologia 5G
Inclusão
Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência
Campo Grande
Preso em ação contra corrupção em MS era o 'braço direito' do ex-prefeito e 'quem assinava os cheques', diz polícia
Operação Policial
Polícia Federal faz operação para combater fraude no INSS do Amazonas
Campo Grande
Ameaça de delação de Gilmar Olarte causa 'espanto', afirma procurador-chefe do MP