Menu
Busca Ter, 24 de novembro de 2020
(67) 9.9928-2002
PREÇO DO DIESEL

Caminhoneiros de MS fazem 2° dia de interdições em protesto

22 maio 2018 - 12h28Por Redação Notícias VIP
Caminhoneiros iniciaram, por volta das 6h (de MS), o segundo dia de manifestações por conta da alta do óleo diesel, em diversos municípios de Mato Grosso do Sul. Em alguns trechos, eles contam com o apoio de agricultores, empresários e pecuaristas, que também precisam do combustível por conta do manuseio com tratores.

Na capital sul-mato-grossense, dezenas de caminhões pararam na BR 163, altura do km 462 e km 477. Eles estão liberando a passagem somente para carros de passeio, ambulâncias e ônibus, sem a queima de pneus como ocorreu na segunda (21). No caso de Bandeirantes, a 71 km de Campo Grande, quantidade semelhante de caminhoneiros também está parada na rodovia, km 550, sentido São Gabriel do Oeste.

"Nós começamos a parar os caminhões por volta das 6h30 aqui. Além dos motoristas, nós agricultores estamos apoiando o movimento, já que tudo giraem volta da agricultura e também necessitamos deste combustível", afirmou ao G1 o empresário Luis Fernando Bortolini Rodrigues, de 21 anos.

Já em Eldorado, a paralisação está na altura do km 39. Em Naviraí, na altura do km 117. No município de Rio Brilhante, caminhoneiros estão na altura do km 323. No caso de Paranaíba, a categoria parou na BR 158, altura do km 96 e, em Sidrolândia, BR-060, km 420, com pista liberada desde às 8h. Em Caarapó, a categoria faz o protesto na altura do km 206.

Importante ressaltar que o Código de Trânsito Brasileiro prevê multa no valor de R$ 3,8 mil, além do suspensão do direito de dirigir para condutores que utilizam seus veículos para interditar rodovias. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) acompanha o movimento e pode aplicar a multa caso a solicitação para liberar a rodovia não seja atendida.

A concessionária que administra as rodovias do estado, CCR MSVia, também alerta para segurança no trânsito, por conta de graves acidentes já registrados, em consequência de interdições. A orientação é, quem puder, deve adiar a viagem ou então entrar em contato com a concessionária ou a PRF, pelo telefone 191.
pedofilia

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Comerciantes e consumidores reclamam de multas, sujeira e falta de estacionamento na 14 de julho na capital.
Saúde
Eficácia da CoronaVac será anunciada no início de dezembro, registro é esperado para janeiro
Medicos
Inep disponibiliza cartão de confirmação do Revalida 2020
Corrupção
PF apura desvio de R$ 5,7 milhões em transporte escolar em Manaus
Polícia Federal
PF deflagra mega operação em MS e mais nove Estados
MS
Cena de tortura praticada por PM contra mulher em MS gera revolta nas redes sociais
Líderes do G20 discutem ajuda a nações mais pobres no mundo pós-coronavírus
Amapá
Bolsonaro promete MP isentando consumidores do Amapá de conta de luz
Preconceito racial
Protesto contra morte de João Alberto em SP tem princípio de incêndio
Saúde
Brasil tem 376 novas mortes por Covid-19, total de óbitos chega a 168.989