Menu
Busca Qua, 18 de setembro de 2019
(67) 9.9928-2002
Mistério

Campeão brasileiro de judô é encontrado morto dentro de piscina em Curitiba

Gabriel Adriano tinha 20 anos e foi encontrado morto por familiares no bairro Tingui, na tarde deste sábado (8).

09 setembro 2019 - 17h05Por G1

O judoca paranaense Gabriel Schlichuta Adriano, que integrava a seleção sub-21 brasileira, foi encontrado morto dentro de uma piscina em um condomínio no bairro Tingui, em Curitiba, na tarde deste domingo (8).

A informação foi confirmada ao G1 pela Federação Paranaense de Judô, onde Gabriel costumava treinar. Segundo o presidente da federação, Luiz Hiwashita, familiares contaram que deram falta do jovem e quando foram ver ele já estava morto no fundo da piscina.

Gabriel Adriano tinha 20 anos e conquistou títulos estaduais e também já foi campeão brasileiro em 2016.

"Sua morte nos deixou muito surpresos, mas esperamos que ele possa estar em um lugar melhor. Agradecemos a todas as mensagens de conforto recebidas até agora. Elas só mostram o quanto era querido por todos, com seu profissionalismo, inteligência, amizade e grande atleta. Devemos sempre lembrá-lo(a) com alegria, gratidão e muita saudade", disse a Federação Paranaense.

O corpo vai ser sepultado às 16h desta segunda-feira (9) no Cemitério da Igreja Nossa Senhora Do Rosário em, Colombo, na Região de Curitiba.

A Polícia Civil está investigando o caso. Com informações, G1.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Eduardo Bolsonaro diz que vai processar Facebook e Instagram
Paralisação
Funcionários dos Correios suspendem paralisação em todo o país
Leilão em MS
Leilão tem desde iPhone, brinquedos até videogames
Humildade é tudo!
Garoto comemora aniversário de 4 anos com garis em Rondonópolis (MT)
Justiça
TSE determina: “Candidaturas laranjas” devem levar à cassação de toda a chapa
Campo Grande
Sujeira e buracos novos aparecendo no mesmo lugar
Sorte ou azar!?
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 120 milhões nesta quarta
Onde vai para este mundo!
Casal é preso suspeito de espancar até morte bebê de 1 ano e 7 meses em MS
Prova de fogo!
Bombeiros do DF devem chegar na quinta para reforçar combate aos incêndios em Mato Grosso do Sul
Aliado de Bolsonaro
Netanyahu volta a atacar árabes em discurso após eleições em Israel