Menu
Busca Ter, 20 de agosto de 2019
(67) 9.9928-2002
Tsunami da Educação

Cidades brasileiras têm atos em defesa da educação e contra a reforma da Previdência

Até por volta de 10h, 11 cidades de 6 estados e do Distrito Federal haviam tido protesto.

13 agosto 2019 - 15h15

Cidades brasileiras registraram, desde a manhã desta terça-feira (13), atos em defesa da educação e contra a reforma da Previdência. Até por volta de 10h, 11 cidades de 6 estados e do Distrito Federal haviam tido protesto.

Desde o início do ano, quando o governo do presidente Jair Bolsonaro anunciou cortes na área, esta é a terceira mobilização nacional pela educação. A primeira foi em 15 de maio e ocorreu em ao menos 222 cidades de todos os estados e do DF. A segunda ocorreu em 30 de maio, em pelo menos 136 cidades de 25 estados e do DF.

Os protestos desta terça-feira foram convocados por entidades estudantis, como a União Nacional dos Estudantes (UNE) e a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes).

A pauta contra a reforma da Previdência tem sido recorrente em atos que envolvem críticas ao governo federal. A proposta de emenda à Constituição que altera as regras da Previdência foi enviada pelo Executivo federal ao Congresso. O texto já foi aprovado em dois turnos na Câmara e agora está sendo discutido pelo Senado.

Veja como foram os atos

 

Distrito Federal

 
BRASÍLIA, 10h: manifestantes protestam contra cortes na Educação, em Brasília  — Foto: Afonso Ferreira/G1

BRASÍLIA, 10h: manifestantes protestam contra cortes na Educação, em Brasília — Foto: Afonso Ferreira/G1

No DF, professores, estudantes e lideranças indígenas de todo o país se reuniram na Esplanada dos Ministérios, área central de Brasília, para protestar contra os cortes da educação e contra a reforma da Previdência. Mais cedo, manifestantes fecharam três faixas da Estrada Parque Núcleo Bandeirante (EPNB) com pneus em chamas, o que causou engarrafamento antes das 7h.

 

São Paulo

 
PIRACICABA, 9h23: Estudantes da Esalq levam cartazes em protesto contra cortes na educação — Foto: João Alvarenga/EPTV

PIRACICABA, 9h23: Estudantes da Esalq levam cartazes em protesto contra cortes na educação — Foto: João Alvarenga/EPTV

 

Em Piracicaba, no interior do estado de São Paulo, um grupo de estudantes da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP) realizou uma passeata pelas ruas da cidade. Em São Carlos, estudantes da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) saíram em passeata com faixas e cartazes.

 

Ceará

 
FORTALEZA, 9h18: Manifestantes saem às ruas em protesto contra reforma da Educação — Foto: Natinho Rodrigues/SVM

FORTALEZA, 9h18: Manifestantes saem às ruas em protesto contra reforma da Educação — Foto: Natinho Rodrigues/SVM

No Ceará, já de manhã havia protestos em Fortaleza e em cidades do interior. Na capital, manifestantes se concentraram desde as 8h em frente à Praça da Gentilândia, no Bairro Benfica, com faixas e carro de som para dizer palavras de ordem contra o o governo federal. No ato, também houve manifestações contra a reforma da Previdência. Também houve atos nas cidades de Cascavel, na Região Metropolitana, e em Sobral e Iguatu, no interior do estado.

 

Pernambuco

 
CARUARU, 9h25 - Manifestantes protestam no Centro da cidade — Foto: Matheus Guerra/TV Asa Branca

CARUARU, 9h25 - Manifestantes protestam no Centro da cidade — Foto: Matheus Guerra/TV Asa Branca

 

Em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, o ato começou por volta das 9h contra os cortes de verbas para a educação e a reforma da Previdência. Professores, alunos e representantes de partidos e associações participaram do movimento.

 

Piauí

 
TERESINA, 9h15min: Manifestantes com cartazes no Centro da capital —  — Foto: Foto: Gilcilene Araújo/G1

TERESINA, 9h15min: Manifestantes com cartazes no Centro da capital — — Foto: Foto: Gilcilene Araújo/G1

No Centro de Teresina, nesta manhã havia três protestos contra a proposta de reforma da Previdência e contra os cortes do governo federal em áreas como saúde e educação.

 

Alagoas

 
MACEIÓ, 9h53: Manifestantes ocupam as faixas da Avenida Fernandes Lima — Foto: Waldson Costa/G1

MACEIÓ, 9h53: Manifestantes ocupam as faixas da Avenida Fernandes Lima — Foto: Waldson Costa/G1

Em Maceió, estudantes, professores e servidores públicos participam do ato nacional pela educação e contra a reforma da Previdência. A manifestação começou em frente ao principal complexo educacional de Alagoas, o Cepa.

 

Rio Grande do Sul

Em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, estudantes e servidores da universidade federal do município (UFSM) participaram de ato em frente ao arco que dá acesso ao campus. Também houve mobilização de estudantes e professores da rede estadual de ensino.

 
Com informações, G1.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Famosos
Jatinho de Huck está entre os mais caros financiados pelo BNDES
Caso do Brumadinho
CVM abre inquérito sobre rompimento da barragem em Brumadinho
Roda Viva
"Moro vem perdendo força no governo", diz Alexandre Frota
Política
Witzel consulta Mourão sobre reestruturação do comando da PMRJ
Tempo
Frente fria avança em MS e Inmet faz alerta sobre queda brusca de temperatura
Economia
Dólar volta a subir e fecha no maior valor em três meses
Meio Ambiente
Bruxelas plantará uma árvore para cada recém-nascido
Luta pela democracia
Brasileira que participou de protestos em Hong Kong diz que ameaça chinesa não vai parar manifestantes
Fênomeno raro
FUMAÇA DE QUEIMADAS NA AMAZÔNIA ESCURECE CIDADES DO CENTRO-OESTE E SUDESTE
Além de política, até no entretenimento
Conflitos em Hong Kong chegam ao cinema com Jackie Chan e Mulan