Menu
Busca Qui, 18 de julho de 2019
(67) 9.9928-2002
Oportunidade

Começa hoje inscrições para curso gratuito de teatro no Centro Cultural José Octávio Guizzo

09 abril 2018 - 17h39Por Redação Notícias VIP
O Centro Cultural José Octávio Guizzo (CCJOG), por meio do Programa Educativo abrirá inscrições a partir desta terça-feira (10) para a ?Oficina de Criação Teatral?, direcionada para pessoas a partir de 15 anos com ou sem experiência e será ministrada pelo ator e diretor Leandro Faria (Lelo). As aulas são gratuitas e têm início a partir de 17 de abril, das 18h30 às 21h30 e vão até agosto.

Oficinas

A Oficina de Criação Teatral consiste em reproduzir os processos de uma produção de teatro profissional, com atores iniciantes e/ou experientes. Os alunos participarão do processo de criação de um espetáculo, desde a construção do texto até as apresentações públicas.

O principal objetivo da oficina é desenvolver o ator e o ser humano, mostrando um olhar criativo, contemporâneo e abrangente sobre o ?fazer teatral?. Apresentar um ponto de vista técnico da arte de atuar, como forma de ampliar o repertório dos atores para seus próximos trabalhos.

Ministrante

Leandro Faria tem 40 anos e é natural de Paranaíba (MS), é dramaturgo, diretor, produtor e ator. Estudou três anos de direção teatral na ECA-USP, em São Paulo, de 1996 a 1998 e interpretação na Escola de Arte Dramática EAD-ECA-USP, também na capital paulista, de 1999 a 2003. Atualmente, cursa o último ano de Letras Port/Ing, na UEMS em Campo Grande.

Como ator atuou na premiada montagem de O Rei Lear, de W. Shakespeare, ao lado de Raul Cortez; Gota D?Água, de Chico Buarque e Paulo Pontes, dir. de Regina Galdino. Participou da novela A Pequena Travessa, no SBT, com a personagem Ricardo Ramos. Foi diretor do grupo de teatro Six a Sèc no espetáculo A Cantora Careca, de E. Ionesco, finalista, representando o estado de São Paulo, no Prêmio Criação Teatral Volkswagen.

Fundador da Cia. Teatro Dois, com a peça de teatro Inocência, inspirado na obra homônima de Visconde de Taunay. Dramaturgia, codireção e interpretação no espetáculo ?Subcutâneo? (2015). Coordenou, ao lado de Philipe Faria, a Oficina de Criação Teatral/Musical, no SESC Horto, em Campo Grande. Pela Cia. OFIT, é ator no espetáculo 3,4 Graus na Escala Richter, Dir. Nill Amaral, (2016 a 2018) e participa como ator convidado do projeto Amadores. Ator em diversos comerciais de TV.

No cinema, participou de inúmeros curta metragens, como Equê de Vuitton, (2003), de Dácio Pinheiro (SP); A Vez de Matar, A Vez de Morrer, (2015), de Giovanni Barros (RJ) trabalho que rendeu, recentemente, o prêmio de Melhor Ator no Festival Belo Jardim, em Recife (PE); O Mito Paralelo, (2014), de Marinete Pinheiro (CG); Nós O(u)tros, (2013), de Rodolfo Ykeda (CG), Não Me Lembro, (2015), de Fábio Flecha, entre outros. Ator na web série ?Simão Morto?, 2015, de Breno Benetti e Luana Benetti. Mestre de cerimônias, de 2012 a 2013, do Sarau no Centro Cultural (CCJOG).

(Com informações da Assessoria)

Liberdade de expressão

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Ladrões se dão mal ao cair da moto
Mega-Sena
Resultado do sorteio do concurso n. 2170
JUSTIÇA
Registro de crimes cai no primeiro trimestre do ano
JUSTIÇA
Em MS, homem é preso em casa com arma, munições e R$ 21 mil
MILICIA
PF investiga suposta 'milícia' que com ameaças, extorsões e violência estaria tentando controlar aldeia urbana em Campo Grande
JUSTIÇA
Professor pesquisado por acusado de matar Marielle renuncia à direção após ameaças
Exemplo
PREFEITO MEXICANO SE DISFARÇA DE DEFICIENTE PARA TESTAR FUNCIONÁRIOS E FOI ISSO QUE ELE DESCOBRIU
Pai ridiculariza filha publicamente por ela não apoiar o atual governo
INVESTIGAÇÃO
Arma achada na casa de Flordelis foi usada para matar pastor
INTERIOR
Esposa de defensor público é encontrada morta em residência em MS