Menu
Busca Ter, 14 de julho de 2020
(67) 9.9928-2002
Oportunidade

Começa hoje inscrições para curso gratuito de teatro no Centro Cultural José Octávio Guizzo

09 abril 2018 - 17h39Por Redação Notícias VIP
O Centro Cultural José Octávio Guizzo (CCJOG), por meio do Programa Educativo abrirá inscrições a partir desta terça-feira (10) para a ?Oficina de Criação Teatral?, direcionada para pessoas a partir de 15 anos com ou sem experiência e será ministrada pelo ator e diretor Leandro Faria (Lelo). As aulas são gratuitas e têm início a partir de 17 de abril, das 18h30 às 21h30 e vão até agosto.

Oficinas

A Oficina de Criação Teatral consiste em reproduzir os processos de uma produção de teatro profissional, com atores iniciantes e/ou experientes. Os alunos participarão do processo de criação de um espetáculo, desde a construção do texto até as apresentações públicas.

O principal objetivo da oficina é desenvolver o ator e o ser humano, mostrando um olhar criativo, contemporâneo e abrangente sobre o ?fazer teatral?. Apresentar um ponto de vista técnico da arte de atuar, como forma de ampliar o repertório dos atores para seus próximos trabalhos.

Ministrante

Leandro Faria tem 40 anos e é natural de Paranaíba (MS), é dramaturgo, diretor, produtor e ator. Estudou três anos de direção teatral na ECA-USP, em São Paulo, de 1996 a 1998 e interpretação na Escola de Arte Dramática EAD-ECA-USP, também na capital paulista, de 1999 a 2003. Atualmente, cursa o último ano de Letras Port/Ing, na UEMS em Campo Grande.

Como ator atuou na premiada montagem de O Rei Lear, de W. Shakespeare, ao lado de Raul Cortez; Gota D?Água, de Chico Buarque e Paulo Pontes, dir. de Regina Galdino. Participou da novela A Pequena Travessa, no SBT, com a personagem Ricardo Ramos. Foi diretor do grupo de teatro Six a Sèc no espetáculo A Cantora Careca, de E. Ionesco, finalista, representando o estado de São Paulo, no Prêmio Criação Teatral Volkswagen.

Fundador da Cia. Teatro Dois, com a peça de teatro Inocência, inspirado na obra homônima de Visconde de Taunay. Dramaturgia, codireção e interpretação no espetáculo ?Subcutâneo? (2015). Coordenou, ao lado de Philipe Faria, a Oficina de Criação Teatral/Musical, no SESC Horto, em Campo Grande. Pela Cia. OFIT, é ator no espetáculo 3,4 Graus na Escala Richter, Dir. Nill Amaral, (2016 a 2018) e participa como ator convidado do projeto Amadores. Ator em diversos comerciais de TV.

No cinema, participou de inúmeros curta metragens, como Equê de Vuitton, (2003), de Dácio Pinheiro (SP); A Vez de Matar, A Vez de Morrer, (2015), de Giovanni Barros (RJ) trabalho que rendeu, recentemente, o prêmio de Melhor Ator no Festival Belo Jardim, em Recife (PE); O Mito Paralelo, (2014), de Marinete Pinheiro (CG); Nós O(u)tros, (2013), de Rodolfo Ykeda (CG), Não Me Lembro, (2015), de Fábio Flecha, entre outros. Ator na web série ?Simão Morto?, 2015, de Breno Benetti e Luana Benetti. Mestre de cerimônias, de 2012 a 2013, do Sarau no Centro Cultural (CCJOG).

(Com informações da Assessoria)

news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Causa repugnância a irresponsável conversinha desse prefeito sobre medicamento reprovados pela medicina.
Brasíl
Justiça determina quebra de sigilo bancário da Backer
Política
Governo vai enviar PL com penas mais rígidas para violência sexual
Saúde
Covid-19: Brasil chega a 72,8 mil óbitos e 1,88 milhão de casos
Brasília
Defesa aciona PGR contra Gilmar Mendes por ministro ter associado Exército a genocídio
Saúde
Crise do coronavírus pode ficar "pior e pior e pior", alerta OMS Reuters Staff
Brasíl e Mundo
Estudante de veterinária levou uma picada da terrível naja tinha outras cobras exóticas
Brasíl
Mulher de Queiroz se entrega e cumprirá prisão domiciliar com marido no Rio
Educação
Bolsonaro nomeia pastor Milton Ribeiro como ministro da Educação
Esporte
Natália Gaudio defende maior longevidade para atletas brasileiras