Menu
Busca Dom, 26 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Campo Grande

Contran define impressão do documento de veículo e Detran-MS mantém rotina de trabalho

11 fevereiro 2021 - 10h10Por AB - EBC - P do Ms

O Contran (Conselho Nacional de Trânsito), publicou nesta quarta-feira (10) a Portaria 198/21, alterando a Resolução de número 809, de 15 de dezembro de 2020, que dispõe sobre os requisitos para emissão do CRV (Certificado de Registro de Veículo), do CLA (Certificado de Licenciamento Anual) e do comprovante de transferência de propriedade em meio digital.

As informações publicadas geraram dúvidas entre os órgãos de trânsito sobre a retomada da expedição do CRV em meio físico, se deveria ocorrer em papel moeda ou em papel A4, com QRCode. Por fim, foi definido que caso o proprietário faça a opção pela expedição do documento em meio físico, o CRLV-e será impresso em papel A4 comum branco.

Desta forma, o Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul), informa que a Portaria não altera, em nada, a rotina de trabalho e emissão dos referidos documentos por parte da autarquia.

O órgão segue emitindo e disponibilizando os dois formatos: físico no papel A4, caso o cliente queira e em formato digital, por meio do aplicativo CDT (Carteira Digital de Trânsito).

Viviane Freitas, Detran/MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Croquete de mandioca com carne: petisco saboroso e prático
Politicos
Vai vendo Brasil!
Religiosos
Padre é preso por desviar dinheiro da igreja para orgias gays e drogas
Brasil e Mundo
Covid-19: Brasil registra 19,4 mil casos e 699 mortes em 24h
Justiça
STF decide se os estados devem pagar hospitais pela tabela SUS
Geral
Anatel aprova leilão da exploração do acesso móvel na tecnologia 5G
Inclusão
Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência
Campo Grande
Preso em ação contra corrupção em MS era o 'braço direito' do ex-prefeito e 'quem assinava os cheques', diz polícia
Operação Policial
Polícia Federal faz operação para combater fraude no INSS do Amazonas
Campo Grande
Ameaça de delação de Gilmar Olarte causa 'espanto', afirma procurador-chefe do MP