Menu
Busca Ter, 07 de julho de 2020
(67) 9.9928-2002
Política

Damares sobre polêmica do azul e rosa: ‘eu precisava dar aquele recado’

Polêmica sobre roupas das crianças não arrebatou a ministra: 'eu teria dado esse recado de uma forma ou outra'

11 outubro 2019 - 19h19Por VEJA

A ministra Damares Alves participou nesta manhã do Programa Pânico, da rádio Jovem Pan, e mandou alguns recados sobre sua atuação no ministério da Família.

“Menino veste azul e menina veste rosa, lilás, laranja… a cor que quiser”, disse. “Naquele instante eu precisava dar aquele recado. Não gostei da forma que saiu, por que eu estava entre amigos, mas eu teria dado esse recado de uma forma ou outra”, completou, sem arrependimentos.

Damares ainda denunciou o que chamou de “patrulhamento ideológico” no Governo: “Tínhamos uma iniciativa apontando que nós não poderíamos mais chamar meninas de princesas, no Brasil. Ao ponto de ter no Ministério da Cultura um projeto chamado de desprincesiamento e com bastante dinheiro público. Só que eles não combinaram com a família esse jogo e os pais são pegos de surpresa”.

“Os filhos não pertencem ao estado e sim o estado podendo intervir quando está criança estiver sob riscos ou prejuízos”, completou.

Com informações, Veja e Pânico na Rádio.

RACISMO NÃO!

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
Brasil tem 1,66 milhão de casos confirmados do novo coronavírus
Saúde
Presidente Jair Bolsonaro testa positivo para covid-19
Políciais Federais
Justiça nomeia peritos para conferir serviços de hospitais de campanha
Polícia
Operação da PF investiga sobrepreço no Hospital de Campanha, inclusive a locação de tendas
Campo Grande
Lixo, mato e esconderijo de viciados na capital
Saúde
Brasil registra mais 620 mortes por Covid-19 e chega a 65.487 óbitos
Rio de Janeiro
Comissão do impeachment de Witzel aprova retomada do prazo de defesa
Saúde
Os municípios do Mato Grosso do Sul receberam 197 milhões para gastar com o novo Coronavirus
Coxim
Mataram Zé Carlos gari que se destacava em denunciar injustiças contra o povo de Coxim, através das redes sociais.
Mundo
Austrália fecha fronteira estadual pela 1ª vez em 100 anos