Menu
Busca Sex, 13 de dezembro de 2019
(67) 9.9928-2002
Pesquisa

DATAmax aponta empate entre Odilon, Reinaldo e André em Campo Grande

11 abril 2018 - 10h03Por Redação Notícias VIP
A seis meses das eleições que definirão o próximo governador de Mato Grosso do Sul, os três principais pré-candidatos estão tecnicamente empatados e o número de eleitores que ainda não têm candidato representa 25% dos entrevistados. Os dados são da primeira rodada de pesquisas de intenção de votos do Instituto DATAmax de 2018.

Nas duas últimas eleições, em 2014 e 2016, o DATAmax ?cravou? o resultado final das urnas. Foram entrevistados 804 eleitores em Campo Grande, entre os dias 5 a 8 de abril e a margem de confiança da pesquisa é de 95%.

Na pesquisa estimulada de intenção de voto, quando o entrevistador apresenta alternativas de candidatos ao eleitor, o ex-juiz federal Odilon de Oliveira (PDT) lidera com 25,4% das intenções de voto entre os entrevistados, seguido de perto pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB), com 22,6% e pelo ex-governador André Puccinelli (MDB), com 21,4%.

Como a margem de erros é de 3,5% para mais ou para menos, os três primeiros colocados estão tecnicamente empatados. O percentual do pedetista pode oscilar entre 21,9% a 28,9%, do tucano entre 19,1% a 26,1%, e do emedebista entre 17,9% a 24,9%. Neste cenário, ganha importância o índice de rejeição dos candidatos, que o DATAmax também apurou, e que será divulgado nesta quinta-feira (12) pelo Midiamax.

Completam a lista da pesquisa o deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM), com 2,6%, o candidato do PT e ex-prefeito de Mundo Novo, Humberto Amaducci, com 1%, João Alfredo Daniezi (PSOL), com 0,9% e Suel Ferranti (PSTU), com 0.7% das intenções de voto.

Não sabe ou não responderam correspondem a 12,4%, brancos e nulos outros 2,6%, e ainda 10,3% não votariam em nenhum dos candidatos apresentados. Assim, os índices de quem ainda não tem um candidato somam 25,1% dos entrevistados.

A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral, tanto em âmbito estadual quanto federal, sob os números MS-09178/2018 e BR-08909/2018. Como já fez em eleições anteriores, o DATAmax disponibiliza todas as informações e detalhes, bem como material da pesquisa, para consulta dos partidos políticos que manifestarem oficialmente interesse nos dados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Corguinho
Festa de Som Automotivo terminou na Delegacia de Polícia Civil
Brasil
Sonia Guajajara: Bolsonaro é um perigo para o planeta
Crime
Avô de 85 anos foi preso por estuprar netos de 4 e 6 anos
Ponta Porã
Execução sumária na fronteira.
Brasília
Ministro da Justiça não obteve sucesso na abordagem: ex-juíza teve mandato de senadora cassado
Campo Grande
Surgem as Tradicionais favelas na capital
Brasília-DF
Moro demonstra uma vaidade desproporcional ao cargo de Ministro da Justiça
Educação
À Comissão de Educação da Câmara dos Deputados ele disse que há "plantações de maconha" e "laboratórios de droga" nas universidades federais; o G1 mostrou que os casos citados foram investigados e não geraram processos contra as instituições.
Polícia
Amor de filho, virou presepada e prisão
Política
Juiz de Brasília suspendeu a decisão do PSL