Menu
Busca Sex, 27 de novembro de 2020
(67) 9.9928-2002
Saúde Pública

'É simples assim: um manda e o outro obedece', diz Pazuello ao lado de Bolsonaro.

22 outubro 2020 - 18h00Por G1

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou nesta quinta-feira (22) em uma transmissão ao vivo ao lado do presidente Jair Bolsonaro que "é simples assim: um manda e o outro obedece" (assista no vídeo acima).

Nesta quarta-feira (21), o presidente desautorizou o ministro, ao mandar cancelar o protocolo de intenções de compra de 46 milhões de doses da vacina CoronaVac, anunciado no dia anterior por Pazuello em uma reunião com governadores.

A vacina é desenvolvida pelo Instituto Butantan, de São Paulo, e pela farmacêutica chinesa Sinovac. Bolsonaro é adversário político do governador paulista, João Doria (PSDB) e vem colocando restrições à compra do imunizante da China.

Segundo informou o blog de Valdo Cruz, Bolsonaro sabia da negociação para a compra da vacina, mas voltou atrás após sofrer pressão de apoiadores em redes sociais. O episódio provocou mal-estar entre militares, já que Pazuello é um general da ativa do Exército, de acordo com o blog de Andréia Sadi.

"Não compraremos a vacina da China", escreveu o presidente em uma rede social na manhã desta quarta-feira. À tarde, durante visita a um centro militar da Marinha, em Iperó (SP), afirmou: "O presidente sou eu, não abro mão da minha autoridade."

Na transmissão desta quinta-feira, Bolsonaro disse a Pazuello, diagnosticado com a Covid-19: "Semana que vem, talvez, com toda certeza, tu volta para o batente aí."

Pazuello, então, respondeu: "Pois é, estão dizendo que não, né? Tamo junto".

Bolsonaro, por sua vez, acrescentou: "Falaram até que a gente tava brigado aqui. Pô, no meio militar é comum acontecer isso aqui, tá certo? É choque das coisas, não teve problema nenhum."

Pazuello, na sequência, declarou: "Senhores, é simples assim: um manda e o outro obedece. Mas a gente tem um carinho, entendeu? Dá para desenrolar, dá para desenrolar".

Enquanto Pazuello falava, Bolsonaro ria, colocando a mão sobre o ombro do ministro da Saúde. O presidente, em seguida, disse: "Opa. Tá pintando um clima aqui".

Os dois participaram da transmissão ao vivo sem máscara.

pedofilia

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça manda prender ex-vereador envolvido em escândalo sexual em Campo Grande
Pedófilos em cana
PF cumpre mandados de busca contra exploração sexual de crianças
Fronteira
Guerra declarada: tortura e assassinato de quatro homens ligados a Fahd Jamil
Água Clara
GAECO desmonta esquema de fraude a licitações e lavagem de dinheiro
Esporte
Brasileiro: Atlético-MG supera Botafogo e abre vantagem sobre Flamengo
Justiça
STF adia decisão sobre remarcação de concursos por crença religiosa Gilmar Mendes, Marco Aurélio e Luiz Fux votarão amanhã
Esporte
Conmebol altera datas dos confrontos entre Inter e Boca Juniors
Brasilia
Covid-19: avanço no desenvolvimento de vacinas repercute no Senado
MS
Alto percentual de ocupação de leitos requer medidas mais restritivas contra a Covid-19
Argentina
Morre o jogador argentino Diego Armando Maradona