Menu
Busca Seg, 09 de dezembro de 2019
(67) 9.9928-2002
Educação

Em greve, servidores discutem com Governo legalidade de incorporação salarial

11 abril 2018 - 14h13Por Redação Notícias VIP
Considerado o primeiro diálogo com o Governo do Estado desde os protestos na Assembleia Legislativa, no início do mês, a reunião com servidores da Educação que iniciaram greve nesta semana ocorre em duas partes. No período da manhã, houve uma primeira discussão e a retomada do debate está marcada para às 15 horas desta quarta-feira (11).

Presidente da Fetems (Federação dos Trabalhadores da Educação de Mato Grosso do Sul), Jaime Teixeira disse ao Jornal Midiamax que o encontro desta manhã se deu com a equipe jurídica do Estado, incluindo o procurador-geral Adalberto Miranda.

Jaime afirma que no momento a discussão está focada na legalidade da incorporação do abono de R$ 200 no salário dos servidores já este ano. A proposta apresentada pelo Governo e aprovada por deputados prevê que a incorporação ocorra em março de 2019, com algumas condições, como por exemplo o cumprimento do limite da LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal).

Na análise do Governo, a incorporação do abono não pode ser feita agora em razão da legislação eleitoral e da própria LRF. Informações rebatidas pelo sindicato que representa os servidores.

?Discordamos do ponto de vista dele [Governo]. Apresentamos documentação com tese jurídica sobre o assunto, não houve nova proposta, mas consideramos essa conversa como abertura de diálogo depois dos protestos na Assembleia?, diz Jaime.
O debate ocorrido nesta manhã será retomado às 15 horas de hoje. Segundo a Fetems, a greve iniciada ontem tem adesão de 80% dos servidores, e já traz problemas para abertura de escolas em cidades do interior, como Aquidauana, Dourados e Três Lagoas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
PM agredindo uma menina viralizou nas redes sociais
UFC
Jairzinho desfigurou seu oponente na principal luta de sábado
Milicianos
O poder Público ausente, com isso surgem os milicianos
Polícia
Caminhoneiro fica refém de ladrões do veículo
Campo Grande
Psicólogos fazem manifestação contra Trad
Causas sociais
Faleceu padre defensor dos indígenas paraguaios
Dourados
Sindicato fará ato contra atraso e parcelamento de salário de professores.
Campo Grande
Na época das eleições ele vai aparecer, aí ele terá o que merece.
Campo Grande
fogo no restaurante da rua sete
Política
Fake foi estratégia da eleição de Bolsonaro e seus seguidores do PSL.