Menu
Busca Ter, 07 de julho de 2020
(67) 9.9928-2002
Educação

Em greve, servidores discutem com Governo legalidade de incorporação salarial

11 abril 2018 - 14h13Por Redação Notícias VIP
Considerado o primeiro diálogo com o Governo do Estado desde os protestos na Assembleia Legislativa, no início do mês, a reunião com servidores da Educação que iniciaram greve nesta semana ocorre em duas partes. No período da manhã, houve uma primeira discussão e a retomada do debate está marcada para às 15 horas desta quarta-feira (11).

Presidente da Fetems (Federação dos Trabalhadores da Educação de Mato Grosso do Sul), Jaime Teixeira disse ao Jornal Midiamax que o encontro desta manhã se deu com a equipe jurídica do Estado, incluindo o procurador-geral Adalberto Miranda.

Jaime afirma que no momento a discussão está focada na legalidade da incorporação do abono de R$ 200 no salário dos servidores já este ano. A proposta apresentada pelo Governo e aprovada por deputados prevê que a incorporação ocorra em março de 2019, com algumas condições, como por exemplo o cumprimento do limite da LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal).

Na análise do Governo, a incorporação do abono não pode ser feita agora em razão da legislação eleitoral e da própria LRF. Informações rebatidas pelo sindicato que representa os servidores.

?Discordamos do ponto de vista dele [Governo]. Apresentamos documentação com tese jurídica sobre o assunto, não houve nova proposta, mas consideramos essa conversa como abertura de diálogo depois dos protestos na Assembleia?, diz Jaime.
O debate ocorrido nesta manhã será retomado às 15 horas de hoje. Segundo a Fetems, a greve iniciada ontem tem adesão de 80% dos servidores, e já traz problemas para abertura de escolas em cidades do interior, como Aquidauana, Dourados e Três Lagoas.
news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
Brasil tem 1,66 milhão de casos confirmados do novo coronavírus
Saúde
Presidente Jair Bolsonaro testa positivo para covid-19
Políciais Federais
Justiça nomeia peritos para conferir serviços de hospitais de campanha
Polícia
Operação da PF investiga sobrepreço no Hospital de Campanha, inclusive a locação de tendas
Campo Grande
Lixo, mato e esconderijo de viciados na capital
Saúde
Brasil registra mais 620 mortes por Covid-19 e chega a 65.487 óbitos
Rio de Janeiro
Comissão do impeachment de Witzel aprova retomada do prazo de defesa
Saúde
Os municípios do Mato Grosso do Sul receberam 197 milhões para gastar com o novo Coronavirus
Coxim
Mataram Zé Carlos gari que se destacava em denunciar injustiças contra o povo de Coxim, através das redes sociais.
Mundo
Austrália fecha fronteira estadual pela 1ª vez em 100 anos