Menu
Busca Sex, 17 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Saúde

Enfermeiros têm apoio emocional durante a pandemia

Campanha "Juntos contra coronavírus", realizada pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), disponibiliza atendimento online e gratuito 24h a profissionais da categoria

29 abril 2020 - 13h00Por Plantão da Notícia, NV
Diante das jornadas exaustivas, da falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e do medo de contágio, o Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) passou a disponibilizar canal de ajuda emocional aos profissionais de Enfermagem. O atendimento é online, por meio de um chat disponível no site www.juntoscontracoronavirus.com.br ou no canto inferior direito da tela no site do Cofen www.cofen.gov.br.
 
A ferramenta conta com uma equipe formada por enfermeiros voluntários especializados na assistência de saúde mental. O objetivo é dar mais apoio a esses profissionais que estão na linha de frente no combate contra a COVID-19. O canal faz parte da campanha "Juntos Contra o Coronavírus", do Cofen, que busca fortalecer a categoria durante a pandemia.%u200B
 
Os voluntários farão os atendimentos a quem precisar, a fim de colaborar com os milhares de profissionais que têm trabalhado incansavelmente nas unidades de saúde do país. O Brasil precisa desses enfermeiros emocionalmente fortalecidos para que continuem firmes nessa luta.
 
Com a atual projeção do pico da epidemia, que deve acontecer dentro dos próximos dias no país, a sociedade não pode perder profissional tão especializado por afastamento. Além do contágio por coronavírus, quadros de pânico e ansiedade, decorrentes do estresse, desfalcam as equipes de saúde. É necessário cuidar de quem cuida.
 
 
CAMPANHA
“Juntos contra o coronavírus” é o nome da campanha criada pelo Sistema Cofen/Conselhos Regionais, a fim de promover uma rede de proteção aos mais de 2 milhões de profissionais de Enfermagem em todo o Brasil. Além de ampliar a segurança para enfermeiros e técnicos, a campanha visa reforçar o sentimento de união desses profissionais.
 
É no endereço eletrônico www.juntoscontracoronavirus.com.br que os profissionais de Enfermagem, e também o público em geral, podem encontrar conteúdo completo sobre o coronavírus, como os cuidados que devem ser tomados no enfrentamento da COVID-19.
 
O site é um hub de conteúdos, com informativos e extensa galeria de vídeos. Trata-se de um espaço dedicado às recomendações de segurança para que as equipes de enfermagem façam o acolhimento dos pacientes da forma correta.
 
Tais medidas incluem a formação de Equipe de Resposta Rápida para a chegada de pacientes com sintomas respiratórios; definição de local de espera para pessoas com quadro clínico compatível com COVID-19 serem avaliadas por médico ou profissional de enfermagem; provimento de EPI; entre outras. Para fazer o download da cartilha, basta acessar:
www.juntoscontracoronavirus.com.br/cartilha.pdf
 
O documento e o site também apresentam recomendações gerais com o objetivo de retardar a progressão da pandemia no Brasil e, assim, reduzir o impacto nos serviços de saúde, o pico epidêmico e a circulação. Para isso, um dos principais pontos enfatizados pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) é: fique em casa a fim de evitar a propagação do vírus.
 
Fonte:CorreioBraziliense

Deixe seu Comentário

Leia Também

Rio de Janeiro
Apoiadores de Bolsonaro fazem ato em Copacabana, no Rio de Janeiro
São Paulo
Manifestantes fazem ato na Av. Paulista a favor de Bolsonaro
Brasília
PM informa que restabeleceu bloqueio na Esplanada dos Ministérios
Tribunal de Justiça
Fux manda retirar bandeira do Brasil Império hasteada na sede do TJ de Mato Grosso do Sul
Brasília
Esplanada terá esquema especial de segurança para protestos deste feriado
Brasíl
7/9: Moraes bloqueia contas de acusados de organizar atos antidemocráticos
MS já vacinou 50% dos jovens de 12 a 17 anos contra covid com a 1° dose – Feriado
MS
Secretaria de Estado de Saúde confirma três casos da variante Delta em Mato Grosso do Sul
STF
Urgente: Moraes determina prisão de ex-PM que o ameaçou de morte
Meio Ambiente
Ganhou prazo para resolver o problema, sob pena de multa e improbidade do prefeito