Menu
Busca Sex, 13 de dezembro de 2019
(67) 9.9928-2002
Polícia

Ex-funcionário usa máscara de idoso e é preso em tentativa de assalto a banco em Jaraguá do Sul; FOTO

Homem pulou de janela de agência na fuga e caiu em cima de carro na tarde desta segunda-feira. Ele quebrou a perna e foi detido.

12 agosto 2019 - 17h15

Um ex-funcionário foi preso em uma tentativa de assalto a uma agência bancária em Jaraguá do Sul, no Norte catarinense, na tarde desta segunda-feira (12). Segundo a Polícia Militar, ele usava uma máscara falsa de idoso quando tentou cometer o crime.

A Polícia Militar foi acionada às 12h40 no Centro da cidade. Os policias fizeram cerco à agência e o suspeito tentou fugir por uma janela. Na fuga, ele caiu em cima de um carro e fraturou a perna, de acordo com a PM.

 
Homem caiu em fuga de ocorrência em Jaraguá do Sul  — Foto: PM/Divulgação

Homem caiu em fuga de ocorrência em Jaraguá do Sul — Foto: PM/Divulgação

 

Ainda segundo a PM, foram encontrados um simulacro de arma e uma arma de fogo, que serão periciadas. O homem estava com uma máscara de borracha, óculos escuros, boina e terno, que foram apreendidos.

A polícia ainda investiga se houve a participação de mais pessoas na tentativa de assalto. Pelas informações preliminares, ninguém que estava no banco ficou ferido. A reportagem tentou contato com a Polícia Civil, sem sucesso até esta publicação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Corguinho
Festa de Som Automotivo terminou na Delegacia de Polícia Civil
Três Lagoas
Chuva e granizo faz estrago em Três Lagoas
Brasil
Sonia Guajajara: Bolsonaro é um perigo para o planeta
Crime
Avô de 85 anos foi preso por estuprar netos de 4 e 6 anos
Ponta Porã
Execução sumária na fronteira.
Brasília
Ministro da Justiça não obteve sucesso na abordagem: ex-juíza teve mandato de senadora cassado
Campo Grande
Surgem as Tradicionais favelas na capital
Brasília-DF
Moro demonstra uma vaidade desproporcional ao cargo de Ministro da Justiça
Educação
À Comissão de Educação da Câmara dos Deputados ele disse que há "plantações de maconha" e "laboratórios de droga" nas universidades federais; o G1 mostrou que os casos citados foram investigados e não geraram processos contra as instituições.
Polícia
Amor de filho, virou presepada e prisão