Menu
Busca Sáb, 06 de março de 2021
(67) 9.9928-2002
Agronegócio

Exportação de café do Brasil salta 15% em 2018 e deve crescer em 2019, diz Cecafé

Embarques no ano passado somaram 31,52 milhões de sacas, puxados por safra recorde no país. Para este ano, expectativa é de 33 milhões ou 34 milhões de sacas

16 janeiro 2019 - 07h00

As exportações brasileiras de café verde somaram 31,52 milhões de sacas de café em 2018, 15% a mais que em 2017, uma vez que a safra recorde impulsionou os volumes exportados, informou o Conselho dos Exportadores de Café (Cecafé).

A associação espera que as exportações cresçam novamente em 2019, possivelmente para níveis em torno de 33 milhões ou 34 milhões de sacas, se as atuais indicações positivas para a safra de café deste ano forem confirmadas e se houver uma melhoria na condição dos portos.

Em 2018, a produção de café do Brasil totalizou 61,65 milhões de sacas, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), crescimento de 37,1% sobre 2017. O país é o maior produtor global da commodity.

Arábica x robusta
O Cecafé afirmou em relatório anual que o Brasil exportou 29,04 milhões de sacas de café arábica no ano passado, ou 7,1% mais que em 2017. Os embarques de robusta atingiram 2,48 milhões de sacas, bem acima das 295.623 sacas exportadas em 2017, ano impactado por uma forte seca.

Os grãos de arábica normalmente são utilizados por produtores de cafés de maior qualidade, enquanto o robusta é procurado principalmente por produtores de café instantâneo.

As estimativas iniciais de analistas independentes indicam uma safra menor do que a de 2018, mas ainda grande em 2019, um ano de bienalidade negativa para o arábica, que alterna períodos de maior e menor produção.

As exportações de café verde em dezembro somaram 3,36 milhões de sacas, contra 2,64 milhões de sacas no mesmo mês de 2017.

O Cecafé disse ainda que os volumes exportados no último trimestre de 2018 foram os maiores já registrados, com 10,48 milhões de sacas. A associação prevê que os volumes continuarão elevados nos primeiros meses de 2019, uma vez que o mercado continua bem ofertado.

G1

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mortes por Coronavirus no Brasil
Brasil virou referência de bagunça de politicos, vírus, infeção, falta de estrutura e mortes.
Vacinação
Politicagem e desordem
Economia
Empresas do setor de turismo do MS já podem acessar as linhas de crédito do Fungetur
Campo Grande
Alerta em Campo Grande
Covid 19 em MS
Governo de MS culpa prefeitos por avanço do coronavírus e diz que decisão de lockdown cabe a municípios
Ao contrário de outros Estados, MS decretou apenas toque de recolher às 23h
Campo Grande
Moradores se revoltam contra Trad por sujeira e mato nos bairros da capital
Gestão Pública
Governo inicia mais uma etapa para tornar gestão mais eficiente e qualificar serviços
Esporte
Bolsa Atleta e Bolsa Técnico seguem com inscrições abertas até 12 de março
Digital
Detran Digital: Em um ano, número de CNHs emitidas pelo Portal Meu Detran cresce 45%
Evangélicos
Baixaria na igreja