Menu
Busca Qui, 17 de junho de 2021
(67) 9.9928-2002
BOI NA PISTA

Fazendeiro é condenado por acidente ocorrido entre gado e motociclista

15 maio 2018 - 14h05Por Valquíria Rodrigues
Proprietário de fazenda, de 59 anos, foi condenado culpado, pela 11ª Vara Cível de Campo Grande, pelo acidente ocorrido no dia 17 de fevereiro de 2012, na BR-163, na altura do quilômetro 487,7, quando um animal de sua propriedade invadiu a pista e colidiu com motociclista que carregava a filha na garupa. Além dos R$ 520 dos danos matérias, o dono da fazenda terá que pagar R$ 20 mil referente aos danos morais, R$ 6 mil por danos estéticos e pensão vitalícia mensal de R$ 1.500 a ser concedida a partir da data do acidente, incluindo-se as verbas referentes ao décimo terceiro salário e férias.


Conforme o condutor da moto, no dia do ocorrido, seguia pela pista quando foi surpreendido por um animal bovino que invadiu a pista. A filha sofreu alguns arranhões, mas o piloto ficou gravemente ferido e foi conduzido à Santa Casa de Campo Grande, onde foi submetido a diversas cirurgias, inclusive traqueostomia.

O condutor alega que, mesmo com todo tratamento, não teve sua saúde totalmente restabelecida, permanecendo com sequelas permanentes que afetam sua locomoção, passando a ser usuário de cadeira de rodas.

Defesa

O dono da fazenda alegou que é arrendatário de uma chácara localizada próxima ao anel viário e possui várias criações no local que é todo cercado por arame, no intuito de impedir que os animais saiam. Conforme o fazendeiro, no dia do acidente diversos animais fugiram da propriedade e, assim que tomou ciência da fuga se deslocou para o local, onde avistou o animal na pista. 

Ainda de acordo com o proprietário, ao tentar resgatar o animal da pista, avistou o motociclista e começou a acenar, mas como o piloto trafegava em alta velocidade, não conseguiu parar e acabou batendo no animal.

Para o juiz Renato Antonio de Liberali, dono da fazenda não cumpriu com o dever de vigilância de sua propriedade, pois não apresentou provas capazes de demonstrar a culpa da vítima ou força maior, não havendo dúvidas de que deve responsabilizar-se pelo acidente e pelos danos dele decorrentes. A sentença ainda cabe recurso. 

violência contra a mulher

Deixe seu Comentário

Leia Também

Semana começa com restrições em 43 cidades do MS; confira o que pode e não pode
Mato Grosso do Sul
Última semana de outono será de tempo firme e temperaturas agradáveis em MS
UEFA Euro 2020
Veja a repercussão dos jornais internacionais do mal súbito de Eriksen em Dinamarca x Finlândia
Campo Grande
Com 43 municípios em risco extremo, começa a valer nova classificação do Prosseguir
Tempo e temperatura
Domingo de tempo firme e temperaturas agradáveis em Mato Grosso do Sul
Geral
5 flores para plantar em junho e deixar seu jardim mais colorido
Mato Grosso do Sul
Secretaria de Estado de Saúde transfere mais quatro pacientes para São Bernardo do Campo nesta sexta-feira
Geral
Ford: R$ 10 milhões pelo ralo diariamente
Octógono
Douglas Lima é dominado por ucraniano e perde cinturão do Bellator
Tempo e temperatura
Tempo contribui para clima agradável com sol e friozinho no dia dos namorados