Menu
Busca Sex, 07 de maio de 2021
(67) 9.9928-2002
Brasil

Feriadão e tempo bom lotam praias e movimentam hotéis no Ri

Banhistas desrespeitam recomendação e ocupam areias

06 setembro 2020 - 17h00Por Agência Brasil - EBC

O feriado prolongado de 7 de Setembro, aliado ao tempo bom e ensolarado, lotou as praias da zona sul do Rio de Janeiro e movimentou o setor hoteleiro, que foi um dos mais afetados desde o início da pandemia na cidade.

Neste domingo (6), as areias de Ipanema e Copacabana e do Aterro do Flamengo receberam milhares de banhistas, entre cariocas e turistas, provocando aglomeração e desrespeitando uma das regras de ouro da prevenção à pandemia de covid-19.

Enquanto nos calçadões era grande o número de pessoas fazendo o uso de máscaras, nas areias era raro quem estava usando o equipamento de proteção facial. Os banhistas ficavam na areia e usavam guarda-sóis e cadeiras de praia, que não estão liberados pela prefeitura do Rio. O decreto do prefeito Marcelo Crivella autoriza apenas o banho de mar, e não a permanência na areia.

O grande fluxo de visitantes por conta do feriadão da Independência ajudou a movimentar os hotéis, principalmente os localizados na zona sul. Segundo o Sindicato dos Meios de Hospedagem do Município do Rio de Janeiro (HotéisRio), a média de ocupação está em 46%.

As regiões de Ipanema-Leblon e Leme-Copacabana estão em média com 59% de ocupação. Em seguida, aparecem as regiões deFlamengo e Botafogo, com 42%, do centro, com33%, e a da Barra da Tijuca eSão Conrado, com 31%.

Prefeitura

Em nota, a prefeitura do Rio disse que fez diversas operações de fiscalização na orla, e a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) informou que participou de ação conjunta para fiscalizar quiosques e ambulantes, além do estacionamento irregular.

A Guarda Municipal disse que mantém as ações de patrulhamento e de fiscalização das infrações sanitárias em toda a cidade, incluindo as praias, que contam com reforço de 81 agentes.
“O comboio circula em toda [a] orla da cidade para desmobilizar aglomerações, orientar os banhistas a não ficarem na areia e multam os cidadãos flagrados sem máscara”, destacou a Guarda Municipal.

A prefeitura fez um apelo à população para que siga as regras do plano de flexibilização, lembrando que a pandemia ainda está em curso: “É fundamental que aglomerações sejam evitadas, como em praias e bares, porque a disseminação do vírus da covid-19 expõe todos ao risco. Quem vai às ruas em condições inadequadas e descumprindo as regras sanitárias pode não só contrair a doença, mas também contaminar outras pessoas, incluindo seus familiares em casa.”

O texto foi ampliado às 16h35

Edição: Nádia Franco

news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Judiciário
Ex-prefeito de Campo Grande é preso por condenação de corrupção e lavagem de dinheiro
Brasília
Senadores comemoram liminar do STF que obriga governo a realizar o censo
Brasíl
Publicada MP de flexibilização trabalhista para enfrentamento da crise
Polícia
Polícia Federal faz operação contra tráfico de drogas em cinco estados
Brasília
Aliada de Bolsonaro tem ligação com juiz que tentou tirar Renan da CPI da Covid
Esporte
Bahia goleia por 5 a 0 na Sul-Americana Tricolor de Aço vence o Guabirá, da Bolívia
Economia
Governo pagará R$ 418 milhões em salários no Dia do Trabalhador
Esporte
Libertadores: Santos é superado pelo Boca na Bombonera
Campo Grande
Há muita sujeira em Campo Grande, dizem moradores do Duque de Caxias
Esporte
Internacional se recupera na Libertadores com vitória sobre Táchira