Menu
Busca Sb, 22 de fevereiro de 2020
(67) 9.9928-2002
Golpe

Golpe do FGTS no WhatsApp atinge 100 mil em dois dias

12 setembro 2019 - 11h30Por CORREIO DO ESTADO

Todos sabem que depois das mídias sociais o WhatsApp é uma ferramenta indispensável no cotidiano do brasileiro. E pensando nisso surgem os oportunistas de plantão para aplicar o novo golpe.

Após o governo de divulgado que a Caixa Econômica Federal irá liberar R$ 500,00 das contas ativas e inativas do FGTS para saque, os golpistas viram uma oportunidade para enganar usuários desavisados e roubar seus dados pessoais.

De acordo com o laboratório especializado da PSafe, uma desenvolvedora brasileira de aplicativos de segurança digital, em apenas dois dias, mais de 100 mil pessoas foram atingidas pelo golpe do FGTS no WhatsApp.

Além do WhatsApp, o golpe também tem circulado por e-mail e SMS. Como perguntas como: “Desejar sacar todo seu FGTS?” ou “Você sacou algum valor do FGTS nos últimos três meses?”

Ao clicar no link, o usuário é encaminhado para uma nova pagina, que induz a compartilhar a mensagem falsa com mais dez amigos do WhatsApp, para que o suposto saque seja liberado.

Segundo a consultoria PSafe, por hora são registrados, pelo menos, 2.083 novos acessos ao link da fraude.  Esse golpe é conhecido como phishing, prática de obtenção de dados pessoais e senhas por meio de links falsos que direcionam o usuário para websites maliciosos.

 

Caixa se pronuncia:

A Caixa Economica Federal se manifestou que não envia link´s e nunca pede confirmação de dados por e-mail, SMS ou WhasApp. De acordo com o banco, o meio mais claro e seguro para se informar sobre o assunto é o aplicativo FGTS ou site oficial do banco.

 

Especialistas:

Consultados pelo Correio do Estado, alerta que este não é o único golpe no mercado e aconselha não acreditar em endereços de web enviados por redes sociais ou mensagens, mesmo que seja enviado por uma pessoa conhecida.

O especialista informa que e-mails que pedem confirmação de dados pessoais e senhas geralmente são golpes e caso o consumidor tenha dúvida é importante buscar o site oficial ou seu gerente de relacionamento.  Segundo informações, Correio do Estadpo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Reuters se junta ao Facebook no combate à desinformação na rede social
Geral
Quase mil passageiros desembarcam do navio afetado pelo coronavírus
Carnaval
Escolas de samba movimentam economia durante todo ano no Rio
Geral
Julgamento de Assange começa na segunda-feira
Politica ou Politicagem ?
Solidariedade expulsa vereador que liderou motim da PM no Ceará
Ceará
Carnaval é cancelado no Ceará
Política
Guru do presidente está internado nos Estados Unidos
Fronteira
Operação Alba: 10 pessoas foram presas nesta madrugada em PJC
Polícia
ABRAJI informa que pistolagem usou a mesma arma para jornalista e outras pessoas
Ceará
Reforço de segurança nacional e exército chega ao Ceará