Menu
Busca Ter, 21 de janeiro de 2020
(67) 9.9928-2002
Política

Jean Wyllys será professor em Harvard

10 setembro 2019 - 11h30

Felipe Martins, no Rio Gay Life - O  jornalista, historiador e ex-deputado federal Jean Wyllys dará início  uma nova etapa profissional. Ele assumirá o posto de professor na  Universidade de Harvard, uma das mais importantes dos Estados Unidos.  Jean vai lecionar no Afro-Latin Research Institute.

O Instituto de Pesquisas Afro-Latino (nome em português) é a primeira  instituição nos EUA a se dedicar à história e cultura de pessoas  descendentes de africanos na América Latina e Caribe.

Jean irá se dedicar ao estudo das fake news e como enfrentar os discursos de ódio disseminados pelas notícias falsas na internet.

O ex-deputado foi uma das maiores vítimas das fake news no Brasil.  Primeiro parlamentar homossexual a defender a causa LGBT, ele foi  associado a absurdos como o incentivo a pedofilia e ao incesto. Passou a  ser alvo de agressões verbais e físicas nas ruas e até dentro da Câmara  dos Deputados.

Jean  passou a conviver com ameaças de morte anônimas. Uma investigação da  Polícia Federal levou à prisão de um dos autores. No entanto, o gabinete  do parlamentar continuava a receber ameaças à integridade dele e da  família.

Depois das eleições de 2018, ele decidiu deixar o Brasil e  buscou abrigo inicialmente na Europa. Nos últimos meses, estava  residindo em Berlim.

O  curso em Harvard conta com o apoio da Open Society, fundo de  investidores beneméritos e que impulsiona projetos de justiça social  pelo mundo.

Segundo informações, Brasil 247.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Fronteira violenta
Polícia apreende arma e dinheiro em Ponta Porã
Fronteira
Droga potente e cara
Estados Unidos da América
Começa o julgamento do impedimento de Donald Trump
Caarapó
Filha foge e deixa pai trancado depois de tentativa de estupro
Campo Grande
Motorista de aplicativo é roubado por menores
Geral
Mega-Sena sorteia 32 milhões nesta terça (21/01)
Polícia
Empresário que estava no motel onde veterinária surtou e morreu, se apresentou
Campo Grande
Guanandi foi esquecida pela prefeitura
Eldorado
Policiais do DOF apreendem mais de 22 mil pacotes de cigarros contrabandeados em Eldorado
Educação
Inep diz que erros na correção do Enem foram revistos