Menu
Busca Ter, 07 de abril de 2020
(67) 9.9928-2002
Política

Jean Wyllys será professor em Harvard

10 setembro 2019 - 11h30

Felipe Martins, no Rio Gay Life - O  jornalista, historiador e ex-deputado federal Jean Wyllys dará início  uma nova etapa profissional. Ele assumirá o posto de professor na  Universidade de Harvard, uma das mais importantes dos Estados Unidos.  Jean vai lecionar no Afro-Latin Research Institute.

O Instituto de Pesquisas Afro-Latino (nome em português) é a primeira  instituição nos EUA a se dedicar à história e cultura de pessoas  descendentes de africanos na América Latina e Caribe.

Jean irá se dedicar ao estudo das fake news e como enfrentar os discursos de ódio disseminados pelas notícias falsas na internet.

O ex-deputado foi uma das maiores vítimas das fake news no Brasil.  Primeiro parlamentar homossexual a defender a causa LGBT, ele foi  associado a absurdos como o incentivo a pedofilia e ao incesto. Passou a  ser alvo de agressões verbais e físicas nas ruas e até dentro da Câmara  dos Deputados.

Jean  passou a conviver com ameaças de morte anônimas. Uma investigação da  Polícia Federal levou à prisão de um dos autores. No entanto, o gabinete  do parlamentar continuava a receber ameaças à integridade dele e da  família.

Depois das eleições de 2018, ele decidiu deixar o Brasil e  buscou abrigo inicialmente na Europa. Nos últimos meses, estava  residindo em Berlim.

O  curso em Harvard conta com o apoio da Open Society, fundo de  investidores beneméritos e que impulsiona projetos de justiça social  pelo mundo.

Segundo informações, Brasil 247.

CORONA 3

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Brasil registra 667 mortes por coronavírus e 13,7 mil casos
Paraguai
Ronaldinho Gaúcho vai para prisão domiciliar em Asunción
Capital
UPA Vila Almeida pegou fogo e suspendeu o atendimento
CEF
Governo começa a pagar auxílio emergencial de R$ 600 na quinta-feira
Brasil e Mundo
Japão declara emergência por covid-19 e pode fechar escolas e comércio
Brasil e Mundo
Cerca de 600 mil trabalhadores já se cadastraram para receber auxílio emergencial no Brasil
Senado da República
Apresentado projeto que amplia seguro desemprego para 10 meses.
Saúde
Covid-19: Brasil tem 553 mortes e 12 mil casos confirmados
Interior
Dourados: homem é assassinado com 30 tiros de pistola
Em três dias, Três assassinatos na cidade.
Política
A novela de Mandeta e Bolsonaro continuará com o "fico" no ministério da saúde.