Menu
Busca Qua, 14 de abril de 2021
(67) 9.9928-2002
Produção soja.

Juntos, dez municípios produzem 60% da soja de MS e mais do que 13 estados do país

17 abril 2018 - 14h25Por Redação Notícias VIP
Juntos, dez municípios de Mato Grosso do Sul responderam por 60,80% da produção de soja no estado na safra 2017/2018, o equivalente a 5,833 milhões de toneladas, das 9,584 milhões de toneladas colhidas nesta temporada.

Segundo dados do Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio (SIGA), da Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul (Aprosoja/MS), no grupo dos maiores produtores a liderança novamente é de Maracaju. O município da região sul mantém essa posição há várias safras. Neste ciclo colheu 1,081 milhão de toneladas, o que representou 11,28% do total do estado.

Depois, aparecem: Ponta Porã (853,528 mil toneladas), Sidrolândia (848,094 mil toneladas), Dourados (670,006 mil toneladas), São Gabriel do Oeste (437,744 mil toneladas), Aral Moreira (426,417 mil toneladas), Rio Brilhante (417,906 mil toneladas), Laguna Carapã (417,326 mil toneladas), Caarapó (350,170 mil toneladas) e Itaporã (331,091 mil toneladas).

O volume produzido pelo top dez do estado é tão grande que foi superior, por exemplo, ao total colhido por 13 dos 18 estados em que o grão foi produzido no país nesta temporada, de acordo com da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Na lista de estados que têm a produção superada pelo grupo sul-mato-grossense estão: Roraima, Rondônia, Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Tocantins, Maranhão, Piauí, Bahia, Minas Gerais, São Paulo e Santa Catarina.

Com o volume colhido nesta temporada, pela sexta safra consecutiva, Mato Grosso do Sul quebrou o recorde histórico de produção de soja. As 9,584 milhões de toneladas representaram um incremento de 12,3% frente aos 8,532 milhões de toneladas do ciclo 2016/2017.

Com um aumento da área cultivada no ciclo de 6,5%, chegando aos 2,700 milhões de hectares, a produtividade média das lavouras sul-mato-grossenses atingiu as 59,17 sacas por hectare. Entre as regiões do estado o melhor rendimento foi registrado no norte, 61,89 sacas por hectare, seguido pelo sul, com 58,88 sacas por hectare e o centro, com 57,49 sacas por hectare.

O município que contabilizou a maior produtividade do estado, de acordo com o SIGA, foi Deodápolis, no sul, com média de 4.113,60 quilos por hectare, o equivalente, a 68,56 sacas por hectare.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasília
Governo simplifica regras para aumento de cobertura de rádios FM
Desemprego
Impacto da pandemia é maior para trabalhadores jovens, diz Ipea
Covid 19 em MS
Após confirmação de 2 variantes em MS, especialista sugere "mais controle"
Estudos apontam que variante P2 veio do Rio de Janeiro, mas é considerada menos letal que a P1, de Manaus
Auxílio emergencial
Auxílio do Estado poderá contemplar quase 20 mil famílias em Dourados
Trânsito
Mudanças no CTB: Nova Lei proíbe o transporte de menores de 10 anos em motocicletas
Motorista
Detran lança e-book e hotsite com todas mudanças do Código de Trânsito Brasileiro
Meteorologia
Quarta de tempo parcialmente nublado e pancadas de chuva no centro-sul do Estado
Brasília
Senador diz ter assinaturas para ampliar investigação da CPI da Covid
Geral
Pandemia aumenta em 20% os acidentes domésticos com crianças
Brasil
Inflação acelera para todas as faixas de renda em março, diz Ipea