Menu
Busca Qui, 17 de junho de 2021
(67) 9.9928-2002
DECISÃO

Justiça mantém pena de Elize Matsunaga em 19 anos de reclusão

Por Carol Assis
O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) decidiu nesta quarta-feira (25) manter a pena de Elize Matsunaga em 19 anos e um mês de reclusão. Elize foi acusada de ter matado e esquartejado o marido, Marcos Kitano Matsunaga, diretor da Yoki alimentos, em maio de 2012.

 Ministério Público entrou com um pedido de anulação do júri de 2016, o que foi negado pelos desembargadores do TJ-SP. "Os desembargadores mantiveram integralmente a decisão dos jurados", diz Roselle Soglio, advogada de Elize, segundo a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo.

O júri que a condenou em 2016 durou oito dias e foi um dos mais longos da Justiça de São Paulo. Com informações da Folhapress.
CORONA 3

Deixe seu Comentário

Leia Também

Semana começa com restrições em 43 cidades do MS; confira o que pode e não pode
Mato Grosso do Sul
Última semana de outono será de tempo firme e temperaturas agradáveis em MS
UEFA Euro 2020
Veja a repercussão dos jornais internacionais do mal súbito de Eriksen em Dinamarca x Finlândia
Campo Grande
Com 43 municípios em risco extremo, começa a valer nova classificação do Prosseguir
Tempo e temperatura
Domingo de tempo firme e temperaturas agradáveis em Mato Grosso do Sul
Geral
5 flores para plantar em junho e deixar seu jardim mais colorido
Mato Grosso do Sul
Secretaria de Estado de Saúde transfere mais quatro pacientes para São Bernardo do Campo nesta sexta-feira
Geral
Ford: R$ 10 milhões pelo ralo diariamente
Octógono
Douglas Lima é dominado por ucraniano e perde cinturão do Bellator
Tempo e temperatura
Tempo contribui para clima agradável com sol e friozinho no dia dos namorados