Menu
Busca Ter, 10 de dezembro de 2019
(67) 9.9928-2002
Politica

Justiça torna amigos de Temer réus por organização criminosa

10 abril 2018 - 05h59Por Alcides Bernal
A Justiça Federal de Brasília aceitou denúncia por organização criminosa contra integrantes do MDB e os amigos pessoais do presidente Michel Temer, o coronel João Baptista de Lima Filho e o advogado José Yunes, informou na noite desta segunda-feira a assessoria de imprensa do órgão.Agora todos viraram réus e vão responder a uma ação penal no caso que ficou popularmente conhecido como "quadrilhão do PMDB". Não há detalhes da decisão, caso de quantos viraram réus, uma vez que ela não foi disponibilizada.

O caso é desdobramento na primeira instância da denúncia oferecida ano passado pelo então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra Temer e aliados.

Essa acusação criminal foi barrada pela Câmara, mas o Ministério Público Federal pediu o desdobramento do caso em relação a pessoas que não detinham foro privilegiado.

Em março, procuradores da República da força-tarefa da operação Greenfield confirmaram a denúncia feita por Janot e ainda acrescentaram novos acusados e fatos a partir de documentos coletados pela operação Patmos, deflagrada em maio do ano passado e que teve como principal alvo Temer.

Os dois amigos de Temer chegaram a ser presos na semana retrasada durante a operação Skala, um desdobramento do inquérito que apura supostas irregularidades em mudanças de regras portuárias.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Moradores da Vila Margarida reclamam do prefeito
Campo Grande
Indústria da multa em Campo Grande
Política
Brasil quer Lula livre
Estatística
Bolsonaro encerra primeiro ano com índice menor que Dilma
Judiciário
Governo de SP terá que indenizar mãe de vítima, por desaparecimento de roupas da vítima.
Política
Deputado Federal é repreendido no Aeroporto
Brasil
A greve dos caminhoneiros está marcada, para dia 16
Campo Grande
Serviços públicos precários, indignação da população
Polícia
Quadrilha de bandidos foi desarticulada pela polícia
Brasil
Brasileiro em situação de rua.