Menu
Busca Qua, 16 de outubro de 2019
(67) 9.9928-2002
COPA AMÉRICA

Messi faz de pênalti, mas Argentina só empata com o Paraguai e é lanterna

20 junho 2019 - 07h30

 

A Argentina sofreu, não jogou bem e ainda não sabe o que é vencer na Copa América 2019. Depois de estrear com derrota contra a Colômbia, a seleção de Lionel Messi saiu atrás do placar, hoje, contra o Paraguai, mas buscou o empate. Final: 1 a 1 no Mineirão. Sánchez e Messi marcaram.

O resultado deixa os argentinos com um ponto, na lanterna do grupo B. A Colômbia, que bateu o Qatar hoje mais cedo, lidera e está classificada em primeiro com seis pontos. O Paraguai é o vice-líder, com dois, contra um ponto do Qatar, que supera a seleção argentina no saldo de gols. Além dos dois primeiros de cada grupo, os dois melhores terceiros colocados avançam às quartas de final.

Na 3ª rodada da Copa América, a Argentina encara o Qatar, no próximo domingo (23), às 16h, na Arena do Grêmio. Já o Paraguai enfrenta a Colômbia, na Fonte Nova, no mesmo dia e horário.

Quem foi bem: Almirón
Almirón foi o grande responsável pelo gol do Paraguai no primeiro tempo. Ele deu bela arrancada e cruzou rasteiro para Sánchez estufar as redes. Na etapa final, o camisa 23 seguiu com boas jogadas de velocidade e deu mais trabalho para a defesa argentina.

 

Quem foi mal: Pereyra e Otamendi
A dupla foi o peso negativo da Argentina. Pereyra falhou no início da jogada do gol de Sánchez. Ele desistiu de cortar o cruzamento de Almirón na linha de fundo. O camisa 7, inclusive, foi substituído na volta do intervalo por Aguero. Já Otamendi estava sem tempo de bola, cometeu pênalti e poderia ter sido expulso na reta final.

 

Messi empata após pênalti marcado com o VAR
O primeiro tempo foi de um Messi de cabeça baixo e andando em campo, mas o camisa 10 mudou no segundo tempo. Aos nove minutos, o árbitro brasileiro Wilton Pereira Sampaio foi checar possível pênalti para a Argentina no VAR. O juiz viu toque de mão de Piris em chute de Lautaro e marcou a penalidade. Messi bateu forte e empatou o jogo.

 

Armani vai de 'papelão' a herói
No primeiro tempo, o goleiro Armani saiu do gol para dominar uma bola, mas errou o domínio, foi desarmado por Derlis e fez falta no camisa 10. Os paraguaios pediram a expulsão do argentino, mas o árbitro deu apenas o amarelo. Tudo mudou no segundo tempo, quando o goleiro defendeu pênalti do mesmo Derlis. A partida já estava 1 a 1.

 

Atuação da Argentina
O técnico Lionel Scaloni promoveu mudança no setor ofensivo entre os titulares da Argentina. Saíram Aguero e Di María. Entraram De Paul e Lautaro Martínez. Os argentinos tiveram a bola no pé, mais posse, mas encontraram dificuldades para ultrapassar a última linha do Paraguai. A melhor chance antes do intervalo foi em falta de Messi, defendida sem dificuldade por Gatito. A bicampeã mundial melhorou no segundo tempo e chegou ao gol com o atacante do Barcelona. Depois do empate, a Argentina continuou superior, mas errou muito e não mereceu a virada.

 

Atuação do Paraguai
No primeiro tempo, a seleção do Paraguai começou respeitando a Argentina, mas se soltou aos poucos. Primeiro, teve chance com Derlis. Depois, abriu o placar com Sánchez. Os paraguaios começaram o segundo tempo com bons contra-ataques, mas aos poucos viram os argentinos empatarem e ainda perderam um pênalti. Já na reta final, o Paraguai recuou e apenas esperou o fim da partida.

 

Cronologia do jogo
Sánchez abriu o placar para o Paraguai aos 37 minutos do primeiro tempo. Messi empatou o jogo aos 12 minutos do 2º tempo. Pouco depois, os paraguaios perderam a chance do segundo quando Derlis bateu pênalti defendido por Armani.

 

FICHA TÉCNICA

ARGENTINA 1 X 1 PARAGUAI

Data e hora: 19 de junho de 2019, às 21h30
Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Brasil)
Assistentes: Marcelo Van Gasse e Rodrigo Corrêa (ambos do Brasil)
Cartões amarelos: Piris, Rojas e Gustavo Gómez (Paraguai); Otamendi, Tagliafico e Armani (Argentina)
Gols: Sánchez, aos 37 do 1º tempo; Messi, aos 12 do 2º tempo

ARGENTINA: Armani; Casco, Pezzella, Otamendi e Tagliafico; Paredes, Pereyra (Aguero), Lo Celso e De Paul (Suárez); Messi e Lautaro Martínez (Di María). Técnico: Lionel Scaloni

PARAGUAI: Gatito; Piris, Gustavo Gómez, Junior Alonso e Arzamendia; Rodrigo Rojas, Sánchez e Matías Rojas e Almirón (Ortiz); Derlis González (Escobar) e Santander (Óscar Romero). Técnico: Eduardo Berizzo

 

Com informações, Uol Notícias.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Policia
Polícia do Rio prende suspeito de usar gás para lavar dinheiro
18 toneladas
Polícia incinera em MS 18,3 toneladas de drogas apreendidas na região de fronteira em dois meses
Policia
Jovem cai em golpe pelo WhatsApp e deposita dinheiro para estelionatário em MS
Justiça
Acusado de matar ex-sogra em MS é considerado inimputável e irá para internação
Política
"Eu quero provar que Moro é o bandido, não eu", diz Lula à RTP
Famosos
16 de outubro : aniversário de 90 anos de Fernanda MontenegroConfira alguns momentos marcantes deste dia!
Frota sugere Pabllo Vittar para ministério: ‘No lugar da Damares, faria melhor’
Fortaleza
Governo do Ceará não confirma morte em prédio que desabou
Polícia
Chamaram -no de covarde que corumbaense era covardeCorumbaense
Exame para identificar vírus Zika é comercializado no país