Menu
Busca Sáb, 25 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Brasíl

Ministério da Saúde divulga números divergentes de casos e mortes da Covid-19

Bolsonaro e suas trapalhadas, prédica a população.

08 junho 2020 - 07h52Por Luiza fostvagrnn

O Ministério da Saúde divulgou no domingo números divergentes de casos e de mortes da Covid-19 no Brasil, aumentando as incertezas sobre os dados do país depois que o governo parou de informar os números totais de infecções confirmadas e de óbitos e passou a divulgar dados parciais tarde da noite.

Inicialmente, gráficos enviados pelo ministério a jornalistas apontou que o Brasil havia registrado 1.382 novas mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas e o total de óbitos causadas pela doença respiratória provocada pelo novo coronavírus havia chegado a 37.312.

De acordo com os gráficos, o número total de casos confirmados da doença havia chegado a 685.427, um acréscimo de 12.581 novos diagnósticos em 24 horas.

No entanto, às 21h50, o ministério divulgou números diferentes na plataforma online sobre os casos e mortes. Segundo o site, foram 18.912 casos e 525 mortes registradas em 24 horas, o que totalizaria 36.455 mortes e 691.758 casos.

Desde sexta-feira o ministério não informa mais na plataforma online os números totais de infectados e de vítimas fatais, depois de também ter adiado a divulgação dos dados das 19h para as 22h. Segundo a pasta, o adiamento tem como objetivo conferir os dados enviados pelas secretarias estaduais.

 

Questionado por jornalistas sobre o novo horário na sexta-feira, o presidente Jair Bolsonaro, que já minimizou a Covid-19 chamando-a de “gripezinha”, respondeu: “Acabou matéria no Jornal Nacional”.

A decisão do governo de mudar a divulgação dos dados foi duramente criticada por especialistas e rebatida pelo secretários de Saúde dos Estados, que disseram, em nota, que o governo faz uma “tentativa autoritária, insensível, desumana e antiética de dar invisibilidade aos mortos pela Covid-19”, que não prosperará.

 

O Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass), cujos dados alimentam as estatísticas nacionais, criou uma plataforma própria com dados após a mudança na divulgação por parte do governo federal.

De acordo com o Painel Conass, o Brasil registrou até o fim da tarde de domingo 680.456 casos de Covid-19 e 36.151 mortes provocadas pela doença.

Partidos de oposição entraram com ação no STF para que governo divulgue dados detalhados da Covid-19.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Croquete de mandioca com carne: petisco saboroso e prático
Politicos
Vai vendo Brasil!
Religiosos
Padre é preso por desviar dinheiro da igreja para orgias gays e drogas
Brasil e Mundo
Covid-19: Brasil registra 19,4 mil casos e 699 mortes em 24h
Justiça
STF decide se os estados devem pagar hospitais pela tabela SUS
Geral
Anatel aprova leilão da exploração do acesso móvel na tecnologia 5G
Inclusão
Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência
Campo Grande
Preso em ação contra corrupção em MS era o 'braço direito' do ex-prefeito e 'quem assinava os cheques', diz polícia
Operação Policial
Polícia Federal faz operação para combater fraude no INSS do Amazonas
Campo Grande
Ameaça de delação de Gilmar Olarte causa 'espanto', afirma procurador-chefe do MP