Menu
Busca Sáb, 27 de fevereiro de 2021
(67) 9.9928-2002
Transtorno

Obra leva transtornos à avenida Mato Grosso

Novos pontos de interdição deixam trânsito tumultuado

22 janeiro 2019 - 16h30

 

Pelo menos pelos próximos 45 dias, condutores e pedestres vão enfrentar trânsito tumultuado na região central de Campo Grande. Além de interdições na Avenida Mato Grosso, em razão das obras do Reviva, duas quadras da Rua Bom Sucesso, no Bairro Taquarussu, ficarão fechadas, para continuidade das obras de drenagem e recapeamento às margens do Rio Anhanduí, na Avenida Ernesto Geisel.

Ontem, agentes da Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) sinalizaram a Bom Sucesso, entre a faixa sentido bairro da Ernesto Geisel e a Rua Iporã. A ponte da Bom Sucesso com a Ernesto Geisel em ambos os sentidos estará interditada por um período de até 45 dias.

Quem está na Avenida da Bandeiras e deseja acessar a Rua Bom Sucesso no sentido Avenida Bandeirantes terá de prosseguir pela Avenida das Bandeiras, pegar a Rua do Aquário e seguir pela Rua José Paes de Farias até a Avenida Bandeirantes.

A revitalização do Rio Anhanduí é um projeto que arrastava há pelo menos cinco anos. Em 2017, a prefeitura recuperou os recursos junto ao Ministério das Cidades e fez a licitação. A obra faz parte de um conjunto de ações que beneficiará diretamente os moradores dos bairros Marcos Roberto, Jockey Clube, Jardim Paulista e Progresso.

Nesta etapa, estão previstas intervenções num trecho de 2 quilômetros, entre as ruas Santa Adélia e do Aquário, com investimento de R$ 48.497.999,21.  Estão previstas intervenções para recompor as margens do rio, com trechos em gabião e outras de placas de concreto; urbanização; abertura de uma ciclovia paralela ao canal; bocas de lobo das ruas para captar a enxurrada que desce das ruas laterais e recapeamento das duas pistas da Ernesto Geisel, em uma extensão de 4 quilômetros.

REVIVA CENTRO

Mesmo com equipes da Agetran orientado os motoristas,  houve tumulto de veículos na manhã de ontem, no cruzamento da 3 de Maio com a  Mato Grosso. A interdição se estende até a Calógeras. Na  14 de Julho também há bloqueios, entre a Mato Grosso e a General Melo. Obras de drenagem são executadas no local. As interdições estão previstas para ocorrer por sete dias.

A interdição acabou interferindo no movimento de alguns estabelecimentos comerciais. Há mais de 20 anos na esquina entre a Mato Grosso e a 13 de Maio, o comerciante Paulo Roberto Vec, 60, afirma que, apesar dos transtornos, é melhor que as obras sejam executadas durante o período de férias. “É melhor acelerar agora”.

As obras, iniciadas em junho do ano passado, fazem parte do projeto do Reviva Centro. Os recursos disponibilizados para esta etapa são R$ 49,2 milhões do total de US$ 56 milhões (cerca de R$ 200 milhões) repassados pelo Banco Interamericano do Desenvolvimento. O prazo para conclusão desta etapa é de 22 meses.

Com a interdição na Mato Grosso, as orientações da Agetran é para que os motoristas utilizem as seguintes rotas alternativas: para quem está descendo a Mato Grosso em direção à Ernesto Geisel, entrar na Rua Pedro Celestino ou Rua 13 de Maio e a partir daí acessar a Rua Maracaju ou Rua Dom Aquino.

 

informações:CorreioDoEstado

Deixe seu Comentário

Leia Também

Corumbá
Militares desrespeitam ordem e fazem festa no centro da capital do Pantanal
Campo Grande
Autódromo de Campo Grande tem evento com aglomeracão de pessoas
Pandemia de Covid 19
Brasil tem recorde de mortes por covid-19 pelo terceiro dia seguido
Covid 19 em MS
Capacidade de leitos hospitalares segue em situação crítica e número de casos continua aumentando
STF
STF concede domiciliar a empresário preso em operação contra Crivella
Turismo
Fornatur e ABEAR se reúnem para alinhar informações sobre acordos com empresas aéreas durante pandemia
Oportunidade
Vídeo sobre planejamento financeiro está disponível no canal da PGE/MS
Esporte
Estado faz repasses a clubes para a disputa do Estadual de Futebol 2021
Tempo e temperatura
Previsão do Tempo: Céu claro e altas temperaturas estão previstas para o fim de semana
Oportunidade
Seleção de profissionais para credenciamento na Escolagov segue até dia 31 de março