Menu
Busca Sáb, 28 de novembro de 2020
(67) 9.9928-2002
GERAL

Pescaria de Ana Maria Braga faz dono de barco ser acusado de crime

Por Carol Assis
A convite do amigo e médico Eduardo Tomioka, a apresentadora Ana Maria Braga participou de uma pesca oceânica no litoral paulista no último fim de semana. A aventura, no entanto, acabou se tornando um problema: Thiago Adanti, dono da embarcação utilizada no passeio, está sendo acusado de ter ultrapassado a área permitida para esse tipo de prática naquela região.

A acusação partiu da Petrobrás. A embarcação de Adanti teria se aproximado demais da plataforma de petróleo Mexilhão, na Bacia de Santos, o que é proibido. A empresa então denunciou o caso à Marinha e à Polícia Civil. A plataforma fica a cerca de 145 km da costa.

"Quando recebemos o aviso da plataforma, nos afastamos. Tanto que conseguimos pescar bem longe dali. Tinha mais uns oito barcos também perto da plataforma, mas só o nosso foi denunciado. Fui surpreendido hoje com três agentes da Marinha e mais policiais militares de escolta", contou Adanti ao UOL enquanto ainda estava na delegacia.

Adanti acabou sendo autuado pelo crime de expor a vida de alguém em perigo e também colocar o patrimônio de outra pessoa em risco. Caso condenado, a pena pode variar entre multa e quatro anos de prisão. Segundo ele, Ana Maria disse que vai ajudá-lo.

 
racismo

Deixe seu Comentário

Leia Também

Internacional
Brexit: negociações vão ser retomadas em Londres
Brasíl
Recadastramento de aposentados está suspenso até o fim do ano
Brasíl
Ministério da Saúde divulga informações sobre o combate à covid-19
Campo Grande
Covid-19 mata subtenente em MS; 2ª morte do mês na instituição
Covid 19 em MS
Taxa de contágio da Covid 19 volta a subir no MS
Campo Grande
Estado deposita R$ 514 milhões em salários nesta sexta-feira (27)
Brasil e Mundo
Dinamarca quer desenterrar "visons zumbis" de valas coletivas
Judiciário
Bretas condena Cabral a 19 anos de prisão e Barata a 28 anos
Esportes
LNF adia primeiro jogo da semifinal entre Tubarão e Magnus
Ponta Porã
Polícia paraguaia prende dois suspeitos de matança de membros da turma de Fahd Jamil