Menu
Busca Seg, 21 de setembro de 2020
(67) 9.9928-2002
OPERAÇÃO PRATO FEITO

PF aponta que unidade de ovo foi comprada a R$ 12,15 por escola

Por Carol Assis
A Operação Prato Feito, da Polícia Fedaral (PF), apontou que a Prefeitura de Tietê, no interior de São Paulo, pagou R$ 12,15 a unidade do ovo. O relatório da ação que investiga desvio de verbas na merenda escolar em três estados e no DF, divulgado nesta quinta-feira (10), apontou superfaturamento de, no mínimo, R$ 366 mil.

o dinheiro era destinado à merenda em municípios dos estados de São Paulo, Paraná, Bahia e Distrito Federal. Há indícios do envolvimento de 13 prefeitos e 4 ex-prefeitos.

As investigações apontam que empresas pioneiras de um esquema conhecido como "máfia na merenda", entre os anos de 1999 e 2000, estão por trás das fraudes descobertas na operação Prato Feito, diz a Polícia Federal.

Na cidade de Tietê, o relatório apontou "preços exorbitantes" pagos pela prefeitura. A empresa Coan diminuía a quantidade ou não fornecia os alimentos previstos nos cardápios.

Segundo o relatório, os responsáveis pela empresa, pai e filho, faziam pesquisa prévia dos preços e o contrato já iniciava superfaturado.

RACISMO NÃO!

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasíl
Estudo da FGV aponta que pandemia provocou queda de renda de 20,1%
Nova Andradina
PRF apreende mais de 300 quilos de maconha dentro de veículo Reno, tipo scenic e prende traficantes
Nova Alvorada do Sul
PRF prende traficantes com drogas em interior de veículo, no total apreendido foram 306 quilos de maconha e um casal dentro de carro.
Brasíl
Fazendeiro criminoso é multado duas vezes por fazer queimadas e derrubadas sem autorização
Ms
Taxa de mortalidade da Covid 19 continua no estado
Dourados
Vizinhos chamam a polícia e três pessoas são presas em flagrante com drogas e munições
Brasil e Mundo
Paulo Borrachinha e Adesanya se encontram no hotel em Abu Dhabi em clima descontraído e aos risos
Brasil
Congresso fará aperfeiçoamento da reforma administrativa, diz ministro
Campo Grande
Ministro do STF, Marco Aurélio, submeteu-se à cirurgia no joelho e já está em casa.
Campo Grande
Covid 19 mata Professor de Educação física e pré-candidato a vereador do Solidariedade