Menu
Busca Sex, 17 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Brasil

PF combate grupo criminoso que atuava com garimpo ilegal em Pernambuco

Entre os investigados estão servidores, financiadores e receptadores

27 outubro 2020 - 10h00Por Plantão jornalístico NV

Uma organização criminosa, que atuava com garimpo ilegal no sertão pernambucano, está sendo combatida, desde as primeiras horas da manhã desta terça-feira (27), pela Polícia Federal. Os policiais cumprem dez mandados de prisão e 13 de busca de apreensão.

As ações da Operação Frígia estão ocorrendo em endereços dos suspeitos localizados nos municípios de Serrita, São José do Belmonte, Igarassu, em Pernambuco; e Juazeiro do Norte e Jardim, no Ceará. Entre os investigados estão servidores públicos, financiadores, refinadores de minérios e receptadores.

Segundo a PF, a atividade do grupo criminoso consistia na extração de minérios em terrenos públicos e particulares, localizados na zona rural de Verdejante, com o consequente beneficiamento, que era realizado no município de Serrita.

“Os valores oriundos da venda eram colocados em circulação, com aparência de legalidade, por meio da aquisição de veículos e de outras condutas, atos consistentes em lavagem de dinheiro. Também se constatou que alguns pagamentos pelos serviços realizados em favor do garimpo eram feitos com verbas da prefeitura de Serrita”, diz a PF.

De acordo com a PF, o nome da operação, Frígia, faz menção à terra do rei Midas, da mitologia grega. Tudo o que ele tocava virava ouro.

Edição Aécio Amado

Agência Brasil EBC

Deixe seu Comentário

Leia Também

Rio de Janeiro
Apoiadores de Bolsonaro fazem ato em Copacabana, no Rio de Janeiro
São Paulo
Manifestantes fazem ato na Av. Paulista a favor de Bolsonaro
Brasília
PM informa que restabeleceu bloqueio na Esplanada dos Ministérios
Tribunal de Justiça
Fux manda retirar bandeira do Brasil Império hasteada na sede do TJ de Mato Grosso do Sul
Brasília
Esplanada terá esquema especial de segurança para protestos deste feriado
Brasíl
7/9: Moraes bloqueia contas de acusados de organizar atos antidemocráticos
MS já vacinou 50% dos jovens de 12 a 17 anos contra covid com a 1° dose – Feriado
MS
Secretaria de Estado de Saúde confirma três casos da variante Delta em Mato Grosso do Sul
STF
Urgente: Moraes determina prisão de ex-PM que o ameaçou de morte
Meio Ambiente
Ganhou prazo para resolver o problema, sob pena de multa e improbidade do prefeito