Menu
Busca Sex, 23 de outubro de 2020
(67) 9.9928-2002
MONOPÓLIO DA ANDORINHA

População de Corumbá e Ladário estão indignadas com descaso do Governador Azambuja

27 março 2018 - 17h22Por Redação Notícias VIP
O sistema é operado em regime de concessão pela Empresa Andorinha desde o ano de 1976, a licitação foi aditivada algumas vezes, e hoje não existe mais o contrato, o prazo venceu, e não pode ser mas aditivado.
Desde 2011, o assunto vem sendo abordado pelo vereador e presidente da Câmara Municipal de Corumbá, Evander Vendramini (PP) que inclusive realizou duas audiências públicas para discutir a questão, e executou uma denúncia diretamente ao Ministério Público, que se tornou uma ação contra à empresa, e outra ação contra o Governo do Estado.
Evander destaca que 7 anos se passaram, e o Governador Reinaldo Azambuja alega que tem que ser feito um plano diretor, e requer 3 anos para a realização.
" O contrato de concessão do serviço entre o Estado e a Andorinha foi assinado 42 anos após o processo licitatório. Não existe nem aditivos e a empresa está operando o trecho mediante autorizações, o que contraria a legislação e causa transtornos à população", explica.
Segundo o vereador é necessário  sanar a ilegalidade que tanto prejuízo tem trazido para a nossa população. Estamos brigando por uma nova licitação do sistema para que tenhamos duas ou três empresas operando no trecho.
"A nossa intenção juntamente com à população é colocar um ponto final no monopólio do sitesma do transporte entre Corumbá e Campo Grande. A luta é que novas empresas passem a atuar no trecho e que, assim, a população tenha um maior conforto, com ônibus novos e modernos, além de preços de passagens mais acessíveis" , desabafa.
O Governo anunciou a realização de um Plano Diretor do Transporte Intermunicipal de Passageiros explica Evandro, e que acompanhará de perto as discussões para formação do TAC entre o Estado e o MPE. 
"Queremos estar presentes nas discussões e ressaltar a importância da presença da 5ª Promotoria do Ministério Público, na pessoa do promotor Luciano Bordignon Conti, no processo", reforçou.
A solicitação de Evander será encaminhada juntamente com abaixo-assinado de aproximadamente 80 mil assinaturas ao Governador Reinaldo Azambuja, e ao secretário de Estado de Infraestrutura (Seinfra), Marcelo Miglioli.
Abaixo-assinado
Os vereadores Evander Vendramini e Chicão Viana, com apoio de todos os demais pares da Câmara Municipal, lançaram uma campanha visando coleta de assinatura da população (abaixo assinado) pelo fim do monopólio do transporte intermunicipal, que será entregue até o final de abril ao Governador Azambuja.

news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil e Mundo
Recusa de Bolsonaro à vacina chinesa repercute no mundo
Política
Kassio Nunes afirma em sabatina que podem ser feitas correções na Lava Jato
Brasil
Operação Índia cumpre mandados no DF e em cinco estados
Saúde
Morre brasileiro voluntário para vacina de Oxford
Pastor hipócrita
Pastor é preso por abuso dentro de ônibus e diz que 'caiu em tentação'
Brasil
Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, está com covid-19
Operação Arla 32
PRF participa de operação de combate a adulteração de combustíveis e Arla 32
Saúde
Não há intenção de compra de vacina chinesa, diz secretário
Política
Bolsonaro diz que governo federal não comprará vacina CoronaVac
Brasilia
Nunes fala de independência de Poderes e ativismo judicial, no Senado