Menu
Busca Dom, 19 de janeiro de 2020
(67) 9.9928-2002
MONOPÓLIO DA ANDORINHA

População de Corumbá e Ladário estão indignadas com descaso do Governador Azambuja

27 março 2018 - 17h22Por Redação Notícias VIP
O sistema é operado em regime de concessão pela Empresa Andorinha desde o ano de 1976, a licitação foi aditivada algumas vezes, e hoje não existe mais o contrato, o prazo venceu, e não pode ser mas aditivado.
Desde 2011, o assunto vem sendo abordado pelo vereador e presidente da Câmara Municipal de Corumbá, Evander Vendramini (PP) que inclusive realizou duas audiências públicas para discutir a questão, e executou uma denúncia diretamente ao Ministério Público, que se tornou uma ação contra à empresa, e outra ação contra o Governo do Estado.
Evander destaca que 7 anos se passaram, e o Governador Reinaldo Azambuja alega que tem que ser feito um plano diretor, e requer 3 anos para a realização.
" O contrato de concessão do serviço entre o Estado e a Andorinha foi assinado 42 anos após o processo licitatório. Não existe nem aditivos e a empresa está operando o trecho mediante autorizações, o que contraria a legislação e causa transtornos à população", explica.
Segundo o vereador é necessário  sanar a ilegalidade que tanto prejuízo tem trazido para a nossa população. Estamos brigando por uma nova licitação do sistema para que tenhamos duas ou três empresas operando no trecho.
"A nossa intenção juntamente com à população é colocar um ponto final no monopólio do sitesma do transporte entre Corumbá e Campo Grande. A luta é que novas empresas passem a atuar no trecho e que, assim, a população tenha um maior conforto, com ônibus novos e modernos, além de preços de passagens mais acessíveis" , desabafa.
O Governo anunciou a realização de um Plano Diretor do Transporte Intermunicipal de Passageiros explica Evandro, e que acompanhará de perto as discussões para formação do TAC entre o Estado e o MPE. 
"Queremos estar presentes nas discussões e ressaltar a importância da presença da 5ª Promotoria do Ministério Público, na pessoa do promotor Luciano Bordignon Conti, no processo", reforçou.
A solicitação de Evander será encaminhada juntamente com abaixo-assinado de aproximadamente 80 mil assinaturas ao Governador Reinaldo Azambuja, e ao secretário de Estado de Infraestrutura (Seinfra), Marcelo Miglioli.
Abaixo-assinado
Os vereadores Evander Vendramini e Chicão Viana, com apoio de todos os demais pares da Câmara Municipal, lançaram uma campanha visando coleta de assinatura da população (abaixo assinado) pelo fim do monopólio do transporte intermunicipal, que será entregue até o final de abril ao Governador Azambuja.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Internacional
Vírus de origem chinesa pode ter infectado mais de mil de pessoas
Bela Vista
Pistoleiros assassinam dois politicos na fronteira
Política
Novo partido não usará fundo eleitoral sancionado, diz Bolsonaro
UFC
MacGregor atropela e nocauteia Cowboy
Brasil
Mais 11 lotes de cerveja Backer estão contaminados, informa ministério
Sorte ou Azar
Mega-Sena, concurso 2.225: ninguém acerta e prêmio acumula em R$ 32 milhões
Brasília
Erro no ENEM é desrespeito 'escancarado' do governo Bolsonaro com a educação, diz união de estudantes
STF
DCM - Alexandre de Moraes revelado por tucanos, indicado por Temer, segura processo de Onix
Campo Grande
Ladrões são presos minutos após roubo
UFC
Cerrone admite surpresa com versão de Conor, mas frisa: "Não sei com o que ele me provocaria