Menu
Busca Ter, 20 de agosto de 2019
(67) 9.9928-2002
Manifestação

Professores em MS devem aderir à paralisação nacional nesta terça-feira

Fetems e ACP participam da manifestação nacional; em Campo Grande, professores reúnem-se na Praça Ary Coelho, às 9h

13 agosto 2019 - 07h07

Professores da educação pública em Mato Grosso do Sul estão se organizando para paralisação nacional prevista para amanhã. Os profissionais voltam às ruas contra a reforma da previdência, ainda a ser votada ao Senado, e o corte de recursos federais.

O presidente da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação em MS), Jaime Teixeira, disse que as manifestações não ficarão centradas em Campo Grande. “Pelo menos 12 regionais estão organizando também”, disse, citando Ponta Porã, Três Lagoas, Corumbá, Nova Andradina, Coxim e Aquidauana.

A previsão é que o grupo reúna-se a partir da 8h na Fetems e, depois, seguirá para a Praça Ary Coelho, às 8h. Os detalhes dessa participação serão definidos nesta tarde.

O presidente do Sindicato Campo-Grandense dos Profissionais da Educação Pública (ACP) Lucílio Nobre, disse que os professores devem seguir em passeata até a Praça Ary Coelho. A expectativa é que o protesto tenha adesão total ou parcial de todas as escolas. Na Capital, são 96 escolas e 101 Emeis (Escolas Municipais Infantis), que atendem 101 mil alunos.

A paralisação terá, entre outras pautas, os recentes cortes no orçamento do Ministério da Educação. Segundo a CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação), as universidades e institutos federais estão entre os mais afetados, mas a educação básica também pode ser prejudicada.

Um novo bloqueio no orçamento do MEC no valor de R$ 348 milhões, divulgado nesta quarta-feira (7), afetará a compra e a distribuição de centenas livros didáticos que atenderiam crianças do ensino fundamental de todo o país.

No dia 22 de março, os professores fizeram manifestação, também contra a reforma da previdência e cortes da Educação.

Com informações, Campo Grande News.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Witzel consulta Mourão sobre reestruturação do comando da PMRJ
Tempo
Frente fria avança em MS e Inmet faz alerta sobre queda brusca de temperatura
Economia
Dólar volta a subir e fecha no maior valor em três meses
Meio Ambiente
Bruxelas plantará uma árvore para cada recém-nascido
Luta pela democracia
Brasileira que participou de protestos em Hong Kong diz que ameaça chinesa não vai parar manifestantes
Fênomeno raro
FUMAÇA DE QUEIMADAS NA AMAZÔNIA ESCURECE CIDADES DO CENTRO-OESTE E SUDESTE
Além de política, até no entretenimento
Conflitos em Hong Kong chegam ao cinema com Jackie Chan e Mulan
Fora de sí
Jovem atropela padrasto, sobe no telhado e ameaça se matar
Covardia
Três moradores de rua são atropelados no centro de SP
Política
Parecer revela o que mais inquieta Moro na Lei do Abuso