Menu
Busca Ter, 24 de novembro de 2020
(67) 9.9928-2002
Preconceito racial

Protesto contra morte de João Alberto em SP tem princípio de incêndio

Fogo foi colocado em loja de Carrefour na capital paulista

21 novembro 2020 - 21h01Por AB

A 17ª Marcha do Dia da Consciência Negra, realizada hoje (20), na capital paulista foi marcada por protestos contra a morte de João Alberto Silveira Freitas, homem negro que foi espancado até a morte por seguranças de uma loja do supermercado Carrefour, em Porto Alegre, na noite de ontem. 

A manifestação teve início no vão-livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp) por volta das 16 h e seguiu pela Rua Pamplona pelo bairro dos Jardins. No trajeto, os manifestantes foram alvejados com ovos e garrafas, jogados de prédios residenciais. 

Quando o ato passava em frente a uma loja do Carrefour, na Rua Pamplona, alguns manifestantes entraram na loja, quebraram produtos e causaram um princípio de incêndio, que foi controlado pelos próprios funcionários da empresa. Até o momento, não há informações sobre feridos. 

O Carrefour foi procurado, mas ainda não se manifestou. 

Na noite de ontem (19), véspera do Dia da Consciência Negra, João Alberto, de 40 anos, foi espancado até a morte no supermercado Carrefour, em um bairro da zona norte de Porto Alegre. Os agressores, um segurança do local e um policial militar temporário fora de serviço, foram presos em flagrante. 

Fonte: Agência Brasil EBC

pedofilia

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Prefeitura de Campo Grande fecha contrato de R$ 3 milhões para uniformes escolares
Brasíl
Pix tem quase 4,4 milhões de portabilidade de chaves
Crime Organizado
PF combate, no Rio, furtos de encomendas nos Correios
Internacional
Hong Kong fechará bares e clubes noturnos pela 3ª vez devido a novos casos de Covid-19
China
China anuncia erradicação da extrema pobreza nos últimos condados pobres
Russia
De olho em mercados externos, Rússia diz que sua vacina contra Covid-19 custará menos de U$20
Campo Grande
Corrupção no Detran-MS leva PF a escritório que liga filho de Reinaldo à ‘gerência’ de propina na Vostok
Campo Grande
Covid-19 causou 741 mortes e há mais de 1,1 mil pessoas isoladas em casa
Sertanejo
Morre Francisco Camargo, pai de Zezé de Camargo e Luciano.
Campo Grande
Comerciantes e consumidores reclamam de multas, sujeira e falta de estacionamento na 14 de julho na capital.