Menu
Busca Sex, 26 de abril de 2019
(67) 9.9928-2002
POLÍTICA

PSDB enfraquecido faz ‘Feirão’ para atrair candidatos e permanece aos pés de Marquinhos Trad

15 abril 2019 - 15h35

Reconduzido à presidência do diretório municipal do PSDB até 2021, o vereador João César Mattogrosso quer fortalecer a legenda que conta hoje com 7 vereadores na Câmara dos Vereadores da Capital, buscando reforços daqueles que sentirão desamparados com o fim das coligações em eleições proporcionais (deputado federal, deputado estadual, deputado distrital (DF) e vereador).

Mattogrosso acredita não ser fácil manter essa maioria na Câmara com uma chapa única tucana e busca pretende manter negociações – algumas parecem estar bem adiantadas – como crê quando recebeu antes da convenção as visitas de Valdir Gomes (buscado alguma alternativa para se afastar do PP), Carlão e Junior Longo (do cada vez mais esvaziado e enfraquecido PSB), William Maksoud (do minguante e sempre escada PMN) e Vinícius Siqueira (DEM).

 

Enfraquecimento

O partido se mostra receoso com as próximas eleições aparentemente por perder as coligações com os nanicos que na soma de minguados votos lhes proporcionava contingente eleitoral. Então será feito o Feirão para aquisição e atração desses candidatos.

Mas a imagem maior do enfraquecimento é o fato dos tucanos permanecerem na base do atual prefeito Marquinhos Trad, sem aventarem a hipótese, ou sequer terem nomes com cacife suficiente para uma candidatura própria. Com o governo do Estado nas mãos e escancarado apoio ao atual prefeito, há uma ampla margem de negociação de cargos, o que possibilita um chamamento atrativo para os que temem ficar excluídos da vida pública.

Nessa conta, há ainda uma disputa de bastidores que indica será cruel entre Rose Modesto e Beto Pereira pelo controle da presidência regional. Bem articulados e aguerridos, Rose joga tudo com o apoio que tem das bases e a força conquistada no período em que ocupou a vice-governadoria e, agora, deputada federal. Beto Pereira tem em seu currículo uma baixa, quando disputou a presidência regional do PDT (que não consta de sua biografia) e foi abatido por Dagoberto Nogueira, se transferindo para o PSDB, onde conseguiu por meio de articulações políticas e sem concorrentes de peso, conquistar o diretório.

O PSDB cogita a alteração do nome da sigla, segundo o governador de São Paulo, sem mencionar qualquer alteração no programa partidário ou em excluir nomes que foram julgados e condenados, estão respondendo à justiça, indiciados ou investigados. Como diz o ditado: O lobo perde o pelo, mas não perde o vício.

 

 

Jornalista Dirceu Martins

Banner da campanha da dengue

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Repasse da ANS ao SUS atinge recorde de R$ 783 milhões, em 2018
Menininho Bolsonaro, ‘Não se meta’
POLÊMICA
Segundo o GLOBO: Bolsonaro alerta para amputações de pênis no Brasil por falta de água e sabão
CAPITAL
Menina de 5 anos é estuprada pelo marido da avó e pega HPV
INVESTIGAÇÃO
Procon encontra produtos vencidos há quase dois anos em postos de combustível
FAMOSOS
ELIANA ENTREGA QUE SABRINA SATO TIRA MUITO LEITE DURANTE ALMOÇO: "E NÃO MANCHEI A ROUPA"
CASO SUZANO
Imesc entrega laudos dos alunos feridos no ataque à escola de Suzano
4 ANOS APÓS CRIME!
Homem que matou enteada esfaqueada em MS é preso em Goiânia
POLÍTICA
“Brasil não pode ser país do mundo gay, temos famílias”, diz Bolsonaro
FRONTEIRA
Rastros do PCC: celular de agente executado na fronteira será periciado em Assunção