Menu
Busca Sáb, 25 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Brasil

Rio tem primeiro sábado de permanência liberada nas praias

Maioria dos banhistas não usava máscara

07 novembro 2020 - 17h00Por Nélio Andrade/ AB

 

A reportagem também percebeu que a maioria dos banhistas não usava máscara. A decisão de permitir a permanência na praia, o aluguel de cadeiras e guarda-sóis e a venda de bebidas alcoólicas pelos ambulantes foi tomada na última terça-feira (3) pela prefeitura.

Rio de Janeiro tem primeiro fim de semana de praias liberas pela flexibilização da Prefeitura
Rio de Janeiro tem primeiro fim de semana de praias liberas pela flexibilização da Prefeitura - Tomaz Silva/Agência Brasil

A permanência de banhistas na areia das praias da cidade estava proibida desde 13 de março, quando o governo fluminense publicou um decreto impondo isolamento social, devido à pandemia de covid-19.

Aos poucos o acesso foi sendo liberado. Primeiro, a prefeitura liberou a prática de esportes individuais na água e as caminhadas no calçadão, no dia 2 de junho. No dia 17 de julho, foram liberadas as práticas esportivas na areia da praia. Em seguida, no dia 1o de agosto, o banho de mar foi permitido, mas sem poder permanecer na areia.

As autoridades municipais do Rio de Janeiro consideraram que houve queda nos casos da doença, no número de mortes e na demanda por leitos.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Croquete de mandioca com carne: petisco saboroso e prático
Politicos
Vai vendo Brasil!
Religiosos
Padre é preso por desviar dinheiro da igreja para orgias gays e drogas
Brasil e Mundo
Covid-19: Brasil registra 19,4 mil casos e 699 mortes em 24h
Justiça
STF decide se os estados devem pagar hospitais pela tabela SUS
Geral
Anatel aprova leilão da exploração do acesso móvel na tecnologia 5G
Inclusão
Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência
Campo Grande
Preso em ação contra corrupção em MS era o 'braço direito' do ex-prefeito e 'quem assinava os cheques', diz polícia
Operação Policial
Polícia Federal faz operação para combater fraude no INSS do Amazonas
Campo Grande
Ameaça de delação de Gilmar Olarte causa 'espanto', afirma procurador-chefe do MP