Menu
Busca Sex, 17 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Lava Jato

"Tive câncer no estômago", diz João Santana, marqueteiro de Dilma e Lula

Em entrevista ao programa Roda Viva, na noite desta segunda-feira (26/10), o publicitário disse que enfrentou uma grave doença após fazer a delação premiada na Lava-Jato

27 outubro 2020 - 06h37Por Correio Braziliense/Tv Cultura

Um dos alvos da Operação Lava-Jato em fevereiro de 2016 e solto seis meses depois após pagar fiança e fechar um acordo de colaboração premiada com a Justiça, o publicitário João Santana quebrou o silêncio na noite desta segunda-feira (26/10).

Em entrevista ao programa Roda Vida, da TV Cultura, o marqueteiro dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff fez revelações sobre a vida pessoal e relação com os políticos após a delação, afirmando que foi abandonado pelos petistas. "Nunca mais falei com eles."

Santana teve a deleção premiada homologada pelo Supremo Tribunal Federal em 2017. O publicitário admitiu o uso de caixa dois e confirmou que Lula e Dilma tinham ciência de pagamentos oficiais e paralelos feitos como contraprestação aos serviços prestados em campanhas eleitorais. "O caixa dois não foi apenas uma 'unha encravada' no sistema político brasileiro.

O caixa dois foi sempre a alma do sistema eleitoral brasileiro e era uma coisa geral. E poucos foram punidos", afirmou Santana, que usava tornozeleira eletrônica durante a entrevista.

"Fazer a delação foi a pior experiência da minha vida. É uma descida aos infernos. Você enfrenta conflitos éticos, afetivos, conflitos morais de toda natureza. Quando você confronta isso ao seu bem maior, que é a sua vida, você revê e isso fica pequeno", afirmou João Santana. "Por que eu vou ser solidário com quem não está sendo solidário comigo?", emendou.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Rio de Janeiro
Apoiadores de Bolsonaro fazem ato em Copacabana, no Rio de Janeiro
São Paulo
Manifestantes fazem ato na Av. Paulista a favor de Bolsonaro
Brasília
PM informa que restabeleceu bloqueio na Esplanada dos Ministérios
Tribunal de Justiça
Fux manda retirar bandeira do Brasil Império hasteada na sede do TJ de Mato Grosso do Sul
Brasília
Esplanada terá esquema especial de segurança para protestos deste feriado
Brasíl
7/9: Moraes bloqueia contas de acusados de organizar atos antidemocráticos
MS já vacinou 50% dos jovens de 12 a 17 anos contra covid com a 1° dose – Feriado
MS
Secretaria de Estado de Saúde confirma três casos da variante Delta em Mato Grosso do Sul
STF
Urgente: Moraes determina prisão de ex-PM que o ameaçou de morte
Meio Ambiente
Ganhou prazo para resolver o problema, sob pena de multa e improbidade do prefeito