Menu
Busca Qua, 05 de agosto de 2020
(67) 9.9928-2002
RURAL

Vacinação contra febre aftosa começa a partir de 1º de maio

Por Carol Assis
A partir de 1º de maio começa a vacinação contra a febre aftosa em Mato Grosso do Sul, para os proprietários das regiões do Planalto, Fronteira e Pantanal. A previsão do Governo do Estado é de imunizar 21 milhões de animais entre bovinos e bubalinos (búfalos) nesta campanha. Por questões de manejo, a Iagro disponibiliza a antecipação da vacina 15 dias antes do início da campanha.

Mas os produtores interessados precisam fazer um requerimento que passará por análise dos técnicos do órgão estadual. Independente deste prazo, o registro da vacinação só poderá ser feito a partir de 1º de maio. A antecipação da vacina pode ser feita a partir do dia 16 de abril, segundo a Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal).

O órgão é vinculado a Semagro (secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

Cronograma - No Planalto e na Fronteira a vacinação acontecerá de 1º a 31 de maio, e o registro deve ser feito de 1º de maio a 15 de junho. Os proprietários da região do Pantanal que optarem pela vacinação de todo o rebanho em maio, deverão vacinar de 1º de maio a 15 de junho e o registro de 1º de maio até 2 de julho.

A Iagro publicou instrução de serviço em que orienta produtores da região do Pantanal que em caso de enchente na propriedade, a retirada dos animais deve ser requerida junto ao órgão. Caso o destino seja informado previamente, será feita a emissão de GTA, caso não informe o local o serviço oficial deve controlar e acompanhar a movimentação dos animais.

A partir do dia 27 de abril o produtor poderá comprar a vacina contra a febre aftosa nas revendas do Estado, sem a necessidade de emissão de autorização de compra pela Iagro, explica o diretor-presidente da Iagro, Luciano Chiochetta.
RACISMO NÃO!

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasíl e Mundo
Mortes por coronavírus passam de 700 mil no mundo, uma pessoa morre a cada 15 segundos em média
Campo Grande
Defensoria Pública ingressou c ação judicial para ter lokdowm na capital.
A tragédia no atendimento hospitalar e o desrespeito às medidas de prevenção do Covid 19
Brasíl e Mundo
Irã pode aumentar consumo de carne de Brasil
Brasíl e Mundo
Gafanhotos: governo da Argentina localiza 5ª nuvem no país
Esporte
Ceará e Bahia decidem o título da Copa do Nordeste 2020
Vacina
Russia estará pronta com vacinação contra Covid 19, em breve.
Campo Grande
Campo Grande é o epicentro da Covid
Política
Onyx confessa caixa 2 e faz acordo com PGR para extinguir investigação Por Ricardo Brito
Economia
CMN publica resoluções de auxílio a produtores rurais
Brasíl e Mundo
Investigação da promotoria de Manhattan sobre Trump aborda mais do que pagamentos a mulheres Por Karen Freifeld