Menu
Busca Sex, 26 de fevereiro de 2021
(67) 9.9928-2002
REDES SOCIAIS

Após difamarem meninas em redes sociais, 4 são encaminhados para a Delegacia de Polícia

As meninas eram chamadas de "marmitas" nas redes sociais pelos acusados, detidos.

10 janeiro 2019 - 16h11

Em Ribas do Rio Pardo (MS) o S.I.G. (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil de Ribas do Rio Pardo prendeu dois maiores e dois adolescentes por praticarem crimes de difamação em grupos de WhatsApp e nas redes sociais.

Segundo apurado, uma adolescente teria criado um vídeo que denegria a imagem, a honra e a respeitabilidade de várias meninas da cidade. Além disso, outro adolescente teria compartilhado o vídeo em seu status do WhatsApp e nas redes sociais.

Já outros dois adultos, Rafael S.G. (21) e Lucas M.S. (18) teriam publicado comentários ofensivos no Facebook, tudo relacionado ao vídeo das meninas. O primeiro adulto teria dito que todas as meninas do vídeo seriam marmitas e que quem criou o grupo deveria ganhar um prêmio, e o segundo sujeito teria reforçado o comentário do amigo e falado que faria as meninas de marmitex.

O fato causou revolta das vítimas e grande repercussão na cidade, porque o vídeo foi parar em grupos e redes sociais de outros municípios, como Campo Grande, Água Clara, Três Lagoas, etc.

A Polícia Civil foi acionada pelas vítimas e prontamente iniciou diligências. A equipe de policiais civis conseguiu rapidamente identificar e conduzir todos os envolvidos para a Delegacia de Polícia.

Ao final de todo o procedimento, e depois de ouvir todo mundo, o Delegado concluiu pela prisão em flagrante dos maiores, porém, em relação aos dois menores, concedeu a eles o direito de responderem em liberdade, tendo em vista o que consta no Estatuto da Criança e do Adolescente.

Os adultos, Rafael e Lucas, estão presos à disposição da Justiça, e os menores estão respondendo soltos.

Ao todo, os envolvidos responderão por 11 (onze) crimes de difamação, já que, até o momento, verificou-se que foram 11 vítimas de tais delitos.

Mais uma ação exitosa da Polícia Civil de Ribas, demonstrando que crimes praticados pela internet, grupos de WhatsApp e Redes Sociais não passarão despercebidos e os autores serão devidamente responsabilizados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasíl e Mundo
FDA autoriza conservação de vacina da Pfizer em temperatura mais alta
Mato Grosso do Sul
Parceria vai levar assistência, documentação e benefícios para oito comunidades ribeirinhas na região do Pantanal
Mato Grosso do Sul
Seleção de profissionais para credenciamento na Escolagov segue até dia 31 de março
Oportunidade
Abertas as inscrições para o curso “A arte de se comunicar e vender mais”
Saúde
Covid-19: Brasil tem novo recorde de mortes diárias, diz Fiocruz
Habitação
Atualização de dados cadastrais para sorteio de 150 apartamento encerra na próxima segunda-feira
Covid 19 em MS
Confira a distribuição das doses de vacina contra a Covid-19 por município em Mato Grosso do Sul
Tempo e temperatura
Previsão do Tempo: Céu claro e altas temperaturas estão previstas para o fim de semana
Presidio
Com foco na atuação integrada, Agepen realiza 1º encontro virtual do ano com diretores do sistema penitenciário
Esporte
Série A do Campeonato Sul-Mato-Grossense de Futebol 2021 começa no domingo com quatro jogos