Menu
Busca Sáb, 27 de fevereiro de 2021
(67) 9.9928-2002
PONTA PORÃ

Após discussão, pai de 3 filhos sofre atentado a tiros e morre

Atirador efetuou cinco disparos que atingiram o peito da vítima

19 janeiro 2019 - 10h50

Uma discussão, possivelmente em família, deu origem ao primeiro homicídio de Três Lagoas neste ano. Jadilson dos Santos Pereira foi morto a tiros por um desconhecido, em conjunto habitacional popular, na zona Oeste da cidade. O crime ocorreu no início da madrugada desta sexta-feira (18).

Em todo o ano passado, a cidade teve registro de 18 homicídios. A vítima tinha 35 anos e era pai de três crianças. A morte ocorreu no bloco Rubens Cunha no Conjunto Habitacional Novo Oeste, onde Jadilson teria discutido com o atirador por motivos desconhecidos. Segundo informações iniciais da Polícia Militar, ele foi atingido por cinco tiros no peito.

O crime será investigado pelo SIG (Setor de Investigações Gerais), da Polícia Civil. A Polícia Militar informou que faz buscas em bairros próximos ao da região do crime para tentar localizar o atirador.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fonte:pontaporainforma

Deixe seu Comentário

Leia Também

Corumbá
Militares desrespeitam ordem e fazem festa no centro da capital do Pantanal
Campo Grande
Autódromo de Campo Grande tem evento com aglomeracão de pessoas
Pandemia de Covid 19
Brasil tem recorde de mortes por covid-19 pelo terceiro dia seguido
Covid 19 em MS
Capacidade de leitos hospitalares segue em situação crítica e número de casos continua aumentando
STF
STF concede domiciliar a empresário preso em operação contra Crivella
Turismo
Fornatur e ABEAR se reúnem para alinhar informações sobre acordos com empresas aéreas durante pandemia
Oportunidade
Vídeo sobre planejamento financeiro está disponível no canal da PGE/MS
Esporte
Estado faz repasses a clubes para a disputa do Estadual de Futebol 2021
Tempo e temperatura
Previsão do Tempo: Céu claro e altas temperaturas estão previstas para o fim de semana
Oportunidade
Seleção de profissionais para credenciamento na Escolagov segue até dia 31 de março