Menu
Busca Sb, 17 de agosto de 2019
(67) 9.9928-2002
INTERIOR

Cabeças de gado são encontradas desnutridas em área de MS sem pastagem; 17 estavam mortas

Segundo a PMA, dono do local tem 63 anos e foi multado em R$ 145 mil.

17 maio 2019 - 11h06

Duzentas e setenta cabeças de gado foram encontradas desnutridas, 17 delas já mortas, em uma fazenda de Paranaíba, a 398 quilômetros de Campo Grande, região leste de Mato Grosso do Sul. O responsável pelo local, de 63 anos, foi multado em R$ 145 mil pela Polícia Militar Ambiental (PMA).

O gado foi encontrado na terça e quarta-feira (15 e 16), após denúncias de maus-tratos. No local, os policiais se depararam com pastagem degradada, em grande parte somente a terra nua, gado "extremamente debilitado", alguns não conseguiam se levantar do chão e 17 mortos.

Conforme a PMA, além de estar sem alimento e sem água, a quantidade de gado era superior para o tamanho da área. A sede da fazenda também estava abandonada.

Os policiais foram informados que há pelo menos três meses não aparece ninguém na propriedade rural. A PMA acionou a Agência Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) para as providências relativas aos animais.

 

Duzentas e setenta cabeças de gado foram encontradas desnutridas, 17 delas já mortas, em uma fazenda de Paranaíba, a 398 quilômetros de Campo Grande, região leste de Mato Grosso do Sul. O responsável pelo local, de 63 anos, foi multado em R$ 145 mil pela Polícia Militar Ambiental (PMA).

O gado foi encontrado na terça e quarta-feira (15 e 16), após denúncias de maus-tratos. No local, os policiais se depararam com pastagem degradada, em grande parte somente a terra nua, gado "extremamente debilitado", alguns não conseguiam se levantar do chão e 17 mortos.

Conforme a PMA, além de estar sem alimento e sem água, a quantidade de gado era superior para o tamanho da área. A sede da fazenda também estava abandonada.

Os policiais foram informados que há pelo menos três meses não aparece ninguém na propriedade rural. A PMA acionou a Agência Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) para as providências relativas aos animais.

Área sem pastagem onde o gado foi encontrado — Foto: PMA/Divulgação

Área sem pastagem onde o gado foi encontrado — Foto: PMA/Divulgação

O dono da fazenda é morador em Três Lagoas, porém, não foi encontrado. Ele foi multado em R$ 135 mil por maus-tratos aos animais e mais R$ 10 mil pela degradação das matas ciliares do córrego.

O autuado também responderá por crime ambiental de maus-tratos a animais, com pena de três meses a um ano de detenção e por degradação de área protegida de preservação permanente, com pena prevista de um a três anos de detenção. Com informações, G1.

Uma das 17 cabeças de gado mortas — Foto: PMA/Divulgação
Uma das 17 cabeças de gado mortas — Foto: PMA/Divulgação

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ponta Porã
Homem descumpre Medida Protetiva, diz que vai cortar cabeça da mulher e é preso em Ponta Porã
Brasil e seus Bolsonaros
Militares farão meio expediente para economizar porque o Brasil do Bolsonaro não tem dinheiro.
Black Friday está próximo
Governo lança a Semana do Brasil, a 'Black Friday da Independência'
Famosos/Política
Lula sobre o Véio do Havan: “parece o Louro José. Qualquer dia a Ana Maria coloca ele em cima da mesa”
Eleições 2020
André quer ser prefeito, é cara de pau, dinheiro, partido e conhece seus cupinchas.
Escândalo com recursos públicos
Coringa, Bilú, ET, Governador e deputados serão homenageados pela camarilha
Gestão bolsonarista
Após sete meses, Damares Alves não investiu nada na Casa da Mulher Brasileira
Política - eleição 2020
Não adianta os adversários quererem acabar com o Progressistas porque ele vai lançar bons candidatos majoritários,vereadores e vereadoras
Justiça
PGR pede acesso a inquérito sobre investigação do caso Marielle
Economia
Situação piora e Anatel avalia até uma intervenção na Oi