Menu
Busca Dom, 07 de março de 2021
(67) 9.9928-2002
EM ELDORADO

Caminhão com mais de 3 toneladas de maconha é apreendido pela Polícia Civil de Eldorado

13 janeiro 2019 - 16h11

Após receber uma denúncia anônima, a Polícia Civil conseguiu apreender um caminhão com 3.440 kg, que teria saído da cidade de Coronel Sapucaia e passaria por Eldorado.

Consta no boletim de ocorrência que os policiais receberam a informação de que um motorista, residente em Eldorado seria o responsável pelo transporte da carga de entorpecentes, em um caminhão Truck de cor prata, que teria saído da cidade de Coronel Sapucaia.

Inicialmente os investigadores fariam a abordagem do motorista na cidade de Amambai, no entanto, “olheiros” avisaram o responsável que tomou caminho pela cidade de Caarapó. No local, os policiais encontraram o caminhão abandonado e com a carga de entorpecentes que estava sendo transportada escondida em um compartimento na carroceria.

A Polícia Civil continua com as investigações no sentido de localizar o motorista e os responsáveis pela carga do entorpecente.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Família deixa ração para cães, mas abandona idosa trancada e só com arroz azedo
Justiça
Após denúncia de suposto pagamento de propina a desembargadores, juíza encaminha autos envolvendo padre Robson para o STJ
Brasil e Mundo
Ministério decreta situação de emergência ambiental prévia
Meio Ambiente
FundturMS faz visita técnica à Estrada Parque de Piraputanga e identifica potencialidades da região
Meio Ambiente
Temporada de pesca começa com alto índice de conscientização ambiental
Interior
Ribas do Rio Pardo receberá Seção Comunitária de Bombeiros
Mato Grosso do Sul
Já faltam leitos nos hospitais da macrorregião de Campo Grande
Campo Grande
Hemosul de Campo Grande abre o dia todo neste sábado; unidade precisa de sangue O- e O+
Interior
Agesul interdita parcialmente ponte na MS-243, no Nabileque
Mortes por Coronavirus no Brasil
Brasil virou referência de bagunça de politicos, vírus, infeção, falta de estrutura e mortes.