Menu
Busca Ter, 14 de julho de 2020
(67) 9.9928-2002
dourados

Confirmada violência sexual contra estudante em festa universitária

21 março 2018 - 19h09Por Ribero Júnior
O exame pericial realizado para confirmar a acusação de estupro contra uma estudante de 17 anos, em Dourados, foi confirmado hoje (21) pelo delegado regional da Polícia Civil, Lupérsio Degerone. O fato aconteceu no dia 19 de março, durante uma festa promovida por acadêmicos, depois da arrecadação feita no trote universitário, junto a Avenida Indaiá. 

A informação é de que a jovem participou dos festejos, sofreu a violência e foi levada para unidade hospitalar do município em coma alcoólico. Quando a mãe chegou ao local encontrou a garota vestida com roupas masculinas e as vestimentas íntimas tinham vestígios de sangue. Questionada, aadolescente não soube informar o ocorrido e nem se lembra do que aconteceu antes do desmaio. 

Segundo apuração do Dourados News, a autoria do crime ainda não foi identificada, mas, o delegado informou que colegas da vítima serão ouvidos, bem como organizadores da festas e outras possíveis testemunhas. Câmeras de locais próximos a festa também serão utilizadas para esclarecimentos. 

"As investigações estão em andamento, a condução é pela DAM (Delegacia de Atendimento a Mulher) com a delegada Paula Ribeiro. Material masculino foi coletado para exames, as oitivas continuam, o andamento corre normalmente", afirmou o delegado Degerone, com destaque ainda ao fato de que as apurações abrangerão também o crime de fornecimento de bebidas alcoólicas para menores de idade. 

NOTA OFICIAL UFGD
De acordo com as informações relatadas pela mãe na ocorrência, a jovem iniciava curso na Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) e participava das ações com veteranos e outros calouros. 
A Instituição de Ensino Superior divulgou em nota que está a disposição das autoridades para as investigações sobre o caso.

Foi acrescentado pela Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários e Estudantis (PROAE) que foi solicitado apoio da Polícia Militar para ações mais efetivas contra a realização dessas ações. 

Destacou ainda que "se for comprovada a participação de alunos da UFGD no caso, todas a medidas administrativas cabíveis serão tomadas, inclusive a abertura de um Processo Administrativo Disciplinar (PAD)".
RACISMO NÃO!

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Causa repugnância a irresponsável conversinha desse prefeito sobre medicamento reprovados pela medicina.
Brasíl
Justiça determina quebra de sigilo bancário da Backer
Política
Governo vai enviar PL com penas mais rígidas para violência sexual
Saúde
Covid-19: Brasil chega a 72,8 mil óbitos e 1,88 milhão de casos
Brasília
Defesa aciona PGR contra Gilmar Mendes por ministro ter associado Exército a genocídio
Saúde
Crise do coronavírus pode ficar "pior e pior e pior", alerta OMS Reuters Staff
Brasíl e Mundo
Estudante de veterinária levou uma picada da terrível naja tinha outras cobras exóticas
Brasíl
Mulher de Queiroz se entrega e cumprirá prisão domiciliar com marido no Rio
Educação
Bolsonaro nomeia pastor Milton Ribeiro como ministro da Educação
Esporte
Natália Gaudio defende maior longevidade para atletas brasileiras