Menu
Busca Sb, 14 de dezembro de 2019
(67) 9.9928-2002
Interior

Ex-prefeito de Bonito - MS é condenado por desviar cestas básicas para comprar voto

Ex-primeira-dama, vereador e servidor também tiveram os direitos políticos cassados e pagarão indenização

13 agosto 2019 - 13h13Por MS NEWS

O ex-prefeito de Bonito (MS), José Arthur Soares de Figueiredo, e a ex-primeira-dama, Conceição Izabel Aivi de Figueiredo, foram condenados em 1º instância por desviar cestas básicas de programa assistencial do município, distante 265 quilômetros de Campo Grande, para comprar votos. Também terão de pagar pelo ato de improbidade administrativa o vereador em exercício Pedro Aparecido Rosário e o servidor Valdirnei Ferreira Martins.

Além de ter os direitos políticos suspensos por seis anos, eles terão de restituir 500 cestas à Sas (Secretaria Municipal de Assistência Social), sob pena de multa de R$ 20 mil. Figueiredo, do PMDB, foi responsável por administrar o município entre 2008 e 2012.

A ação civil proposta pelo MPE (Ministério Público Estadual) resultou ainda na condenação dos envolvidos, solidariamente, ao pagamento de R$ 30 mil, a título de indenização.

Os condenados pela juíza Adriana Lampert podem recorrer da decisão.

Esquema - Conforme o processo, a distribuição das cestas básicas ficava a cargo da ex-primeira-dama. Na ocasião, o então prefeito, José Artur, era candidato a reeleição. O servidor Valdirnei, era responsável por fazer a comunicação ao mercado sobre os endereços de entregas.

O vereador, Pedro Aparecido, teve a participação comprovada por prova testemunhal. Ele prometeu uma cesta básica em troca de “uma forcinha na eleição' para eleitora não cadastrada na Sas para o recebimento do benefício.

Com informações, MS NEWS.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Vereadores aprovam orçamento de mais de 4,3 bilhões para Campo Grande.
Meio Ambiente
Trad comete improbidade, uma atrás da outra, mas é blindado
Corrupção no Judiciário
Juíza presa contrata advogado especialista em delação
Corguinho
Festa de Som Automotivo terminou na Delegacia de Polícia Civil
Três Lagoas
Chuva e granizo faz estrago em Três Lagoas
Brasil
Sonia Guajajara: Bolsonaro é um perigo para o planeta
Crime
Avô de 85 anos foi preso por estuprar netos de 4 e 6 anos
Ponta Porã
Execução sumária na fronteira.
Brasília
Ministro da Justiça não obteve sucesso na abordagem: ex-juíza teve mandato de senadora cassado
Campo Grande
Surgem as Tradicionais favelas na capital