Menu
Busca Qua, 16 de outubro de 2019
(67) 9.9928-2002
Psicopata

Há 5 anos, avó e criança foram assassinadas com mais de 30 facadas por causa de dívida de R$ 800 em MS

Dívida seria do filho da vítima por compra de droga

14 agosto 2019 - 13h30

No dia 13 de agosto de 2014, Eder Peixer, 25 anos foi preso após invadir a casa de Maria Dolores Vaz Seguro de 58 anos, com 17 facadas e a neta dela Carolina Crispim Seguro, de 4 anos, com 19 facadas. O crime aconteceu na casa das vítimas no Jardim Paraíso, em Naviraí, a 349 quilômetros de Campo Grande.

Eder teria ido até a casa para cobrar uma dívida de R$ 800 que o filho de Maria e pai de Carolina teria adquirido por consumo de drogas, já que era usuário. O assassino queria receber para repassar a quantia ao traficante.

Ele contou na delegacia que chegou na casa e encontrou Maria, ao cobrar a dívida ele teria sido agredido pela mulher. Ele então pegou uma faca que estava sobre uma mesa da cozinha e começou a esfaquear a mulher e logo em seguida partiu para cima da menina a esfaqueando também. Ele deixava a casa quando foi surpreendido pelo filho da mulher e pai da criança, eles chegaram a discutir e entrar em luta corporal, mas Eder conseguiu fugir, sendo preso horas depois escondido em um terreno.

Na casa o homem encontrou a mãe e a filha ensanguentadas e caídas no chão da cozinha. Desesperado ele pegou a filha no colo e saiu correndo para a rua em busca de ajuda, conseguindo assim uma carona até a Santa Casa de Naviraí, onde a menina morreu. A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros ao chegar à casa constataram que a mulher já estava morta.

O crime chocou a cidade, quando o filho da vítima e outros familiares souberam da prisão de Eder, eles tentaram invadir a Delegacia, e foram detidos pelos policiais. Eder foi preso em flagrante pelo crime de duplo homicídio qualificado.

Eder foi julgado em 2017, e atualmente cumpre pena, porém foi pedida medida de segurança já que ele foi considerado imputável.

Após exames ele foi diagnosticado com esquizofrenia, um novo exame  pericial foi solicitado devido a periculosidade do crime que ele cometeu.

Matéria atualizada às 8h18 para acréscimo de informações do MS NEWS.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Entretenimento
PM que se vestiu de Batman: “Comandante também ficou feliz”
Famosos
Messi recebe Chuteira de Ouro e diz priorizar Campeonato Espanhol
OPERAÇÃO OMERTA
Policial federal e mais sete envolvidos em milícia tem prisão preventiva decretada
Covardia
Policial flagra perseguição e 2 são presos após roubarem mulher que caminhava com namorado na Orla
"Morto estava vivo"
Morto grita para sair de caixão e leva familiares às gargalhadas
Policia
Polícia do Rio prende suspeito de usar gás para lavar dinheiro
18 toneladas
Polícia incinera em MS 18,3 toneladas de drogas apreendidas na região de fronteira em dois meses
Policia
Jovem cai em golpe pelo WhatsApp e deposita dinheiro para estelionatário em MS
Justiça
Acusado de matar ex-sogra em MS é considerado inimputável e irá para internação
Política
"Eu quero provar que Moro é o bandido, não eu", diz Lula à RTP