Menu
Busca Seg, 09 de dezembro de 2019
(67) 9.9928-2002
Porto Murtinho

Ineficiência do Poder Público coloca em risco Porto Murtinho

19 novembro 2019 - 13h13Por Redação

Desde o dia 28 de outubro, a estrutura está cedendo, próximo da estação de captação de água da Sanesul (Empresa de Saneamento Básico de MS). O decreto de emergência municipal havia sido publicado no dia 2 de novembro e, agora, o estadual deve agilizar os trabalhos de recuperação.

A situação de emergência é válida por prazo de 180 dias, a contar da publicação do decreto hoje, assinado pelo governador do Estado, Reinaldo Azambuja.

Com base na lei nº 8666/93, ficam dispensados de licitação os contratos de aquisição de bens necessários para obras, desde que concluídas em prazo de 180 dias consecutivos e ininterruptos, vedada a prorrogação dos contratos.

O prefeito Derley Delevatti (PSDB) disse que estava aguardando o decreto para, enfim, avançar nos estudos de reparos na estrutura do dique. Segundo ele, além da recuperação pontual, a avaliação será feita de forma ampla, para verificar a necessidade de reforma total. Preliminarmente, o valor a ser gasto, segundo Delevatti, é de R$ 1,5 milhão. “Mas tudo depende do estudo”.

A falta de competência e interesse gera um risco imenso para toda população de Porto Murtinho, MS.

 

Plantão de notícias

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
PM agredindo uma menina viralizou nas redes sociais
UFC
Jairzinho desfigurou seu oponente na principal luta de sábado
Milicianos
O poder Público ausente, com isso surgem os milicianos
Polícia
Caminhoneiro fica refém de ladrões do veículo
Campo Grande
Psicólogos fazem manifestação contra Trad
Causas sociais
Faleceu padre defensor dos indígenas paraguaios
Dourados
Sindicato fará ato contra atraso e parcelamento de salário de professores.
Campo Grande
Na época das eleições ele vai aparecer, aí ele terá o que merece.
Campo Grande
fogo no restaurante da rua sete
Política
Fake foi estratégia da eleição de Bolsonaro e seus seguidores do PSL.