Menu
Busca Dom, 28 de fevereiro de 2021
(67) 9.9928-2002
Qualidade

Linguiça tradicional de Maracaju é o segundo produto a receber o Selo Arte em MS

24 janeiro 2021 - 09h00Por AB/EBC

A tradicional Linguiça de Maracaju é o segundo produto de Mato Grosso do Sul a receber o Selo Arte, a certificação que possibilita a venda do produto em todo o país. A Semagro (Secretaria de meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) fez a entrega do Selo Arte nesta sexta-feira (22) à Casa de Carne Big Boi.

O açougue Big Boi existe desde 2000 em Maracaju, mas a produção da linguiça tradicional que leva o nome da cidade começou há 25 anos. O proprietário, Adão Correa, explica que atualmente produz 500 kg por semana da linguiça, que é o carro chefe do seu açougue.

"A gente vem sempre batalhando para ter o melhor produto, fomos atrás do SIM (Selo de Inspeção Municipal) e soubemos do Selo Arte. Para nós tudo que vem para agregar é importante. Agora esperamos aumentar a produção e mandar a linguiça para todo o país", afirma Adão.

O secretário da Semagro, Jaime Verruck, destaca que para ter o Selo Arte é necessário um bom sistema de inspeção municipal, em conjunto com a assistência técnica da Iagro. "Este é o primeiro Selo Arte entregue para um produto de origem de carnes e o primeiro de Maracaju. A linguiça é patrimônio do Estado e o selo vem para expandir a produção".

O prefeito José Marcos Calderan afirma que é um privilégio participar deste momento e parabenizou o empresário produtor e a equipe que atuou para que esse resultado acontecesse. "O Adão faz parte da história de Maracaju e isso vai levar o nome do município para fora".

Instituído em novembro de 2019, o Selo Arte possibilita que produtos artesanais de origem animal, mesmo tendo apenas a certificação sanitária do município (SIM), possam ser comercializados em todo o Brasil. A certificação é uma maneira de incentivar a produção artesanal e dar condições de comercialização, desde que atendam a padrões de regulamentação.

O doce de leite Ponto Alto, produzido em Nova Alvorada do Sul, foi o primeiro de Mato Grosso do Sul a receber o Selo Arte e o primeiro da categoria a receber a certificação no país. Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), desde 2019, quando o Selo Arte foi regulamentado, 52 Selos Arte já foram concedidos, sendo a maioria para produtores rurais de Minas Gerais, grandes produtores de queijo.

Priscila Peres, Semagro

Fotos: Divulgação

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde pública
Sejusp e Hospital do Amor firmam parceria em benefício de servidores
MS
Polícia Ambiental disponibiliza Cartilha do Pescador 2021 com todas regras de pesca
Turismo
Projeto de concessão de parques estaduais vai alavancar o turismo do Estado, avaliam prefeitos
Geral
Como descobrir se seus dados pessoais estão sendo utilizados por terceiros?
Juventude
Conselho Estadual da Juventude abre processo seletivo para representantes da sociedade civil
Tempo e temperatura
Fevereiro termina com pancadas de chuva e máxima de 36°C em Mato Grosso do Sul
Corumbá
Militares desrespeitam ordem e fazem festa no centro da capital do Pantanal
Campo Grande
Autódromo de Campo Grande tem evento com aglomeracão de pessoas
Pandemia de Covid 19
Brasil tem recorde de mortes por covid-19 pelo terceiro dia seguido
Covid 19 em MS
Capacidade de leitos hospitalares segue em situação crítica e número de casos continua aumentando