Menu
Busca Ter, 13 de abril de 2021
(67) 9.9928-2002
Fronteira

Mais uma morte com características de execução por facção criminosa, na fronteira paraguaia

05 abril 2021 - 12h00Por Paranhos news

Francisco Ortellado, 45, saía da propriedade chamada Fazendinha em uma moto quando foi atacado. Surpreendido pelo pistoleiro que estava de tocaia na porteira de acesso à estrada, o capataz executado com tiro de escopeta calibre 12. O disparo desfigurou o rosto da vítima.

Policiais acham muito difícil desvendar o crime por não ter testemunha do fato, nem câmeras no local.

A população da fronteira tem medo, pois facções criminosas brasileiras e paraguaias se instalaram na região e são cruéis com a população de 400 habitantes do povoado.

Na região  fronteiriça impera o medo e o silêncio, que só é quebrado com o barulho das armas executada por cicarios a serviço do crime.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Jovem morre em acidente na Av. Mato Grosso com Rua Bahia, na capital.
Covid 19 em MS
Novas variantes P1 e P2 em circulação no MS tem maiores índices de contaminação
Campo Grande
Eletricista leva carro recheado de drogas para transportadora na capital.
OMS
Pandemia de covid-19 "está longe de terminar", diz chefe da OMS
Pandemia
Índia passa o Brasil e é 2º país com mais casos de covid-19 no mundo
Brasil e Mundo
Mais de 70% dos japoneses querem Jogos de Tóquio cancelados ou adiados
Brasil
Covid-19: país tem 13,4 milhões de casos acumulados e 353,1 mil mortes
Esporte
Flamengo bate Palmeiras nos pênaltis e leva Supercopa do Brasil
Interior
Estado instala dez leitos de UTI’S no Hospital da Vida, em Dourados
Campo Grande
Praças da PM e CBM realizam prova de Processo Seletivo Interno neste domingo