Menu
Busca Sáb, 11 de julho de 2020
(67) 9.9928-2002
Dourados

Pichações remetem à necessidade de revolução " por terra, salário e alimento: rebelar-se é justo!"

Movimentos so

30 maio 2020 - 09h18Por J.G.P.

A agência da Caixa Econômica Federal localizada na Avenida Marcelino Pires e a parede do Moinho Catarinense, na Avenida Weimar Gonçalves Torres, amanheceram com pichações neste sábado (30) em Dourados, a 233 km de Campo Grande. 

 

Nos dois locais, a mensagem deixada é “por terra, salário e alimento: rebelar-se é justo!”. A frase é assinada pelo movimento Alvorada do Povo. A agência da Caixa foi inaugurada no início deste ano. Já o Moinho Catarinense é um dos prédios mais antigos da cidade e foi construido na década de 60. 

 

 frase “rebelar-se é justo” é usada por movimentos de esquerda da Europa desde o século passado. No Brasil, mais recentemente, a frase foi usada pelo movimento “A Nova Democracia”, surgido após os protestos que sacudiram o país em 2013 e 2014.

 

 

 

 

Com informações do Campograndenews

news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasíl
Casos e mortes por coronavírus no Brasil em 10 de julho, segundo consórcio de veículos de imprensa (atualização das 8h)
Campo Grande
Trad remaneja 70 milhões de reais com conivência dos vereadores
Saúde
ESPECIAL-Bolsonaro aposta em "cura milagrosa" para salvar o Brasil, e própria vida, da Covid-19
Política
Maia diz que é grave Bolsonaro tratar de hidroxicloroquina e que políticos não devem recomendar remédios
Política
Ministro pede investigação da PF com base na Lei de Segurança Naciona
Polícia
Força tarefa da federal cumpre ordens judiciais contra executivos das lojas Ricardo
Brasíl
Bolsonaro veta obrigação do governo em oferecer água, produtos de higiene e leitos a indígenas
Saúde
Brasil tem 1,66 milhão de casos confirmados do novo coronavírus
Saúde
Presidente Jair Bolsonaro testa positivo para covid-19
Políciais Federais
Justiça nomeia peritos para conferir serviços de hospitais de campanha