Menu
Busca Seg, 16 de setembro de 2019
(67) 9.9928-2002
Pistolagem

Pistoleiro atira 15 vezes contra carro e mata empresário na fronteira

Pai da vítima foi morto da mesma maneira em outubro do ano passado

14 junho 2019 - 14h00

Segundo o site, Ponta Porã Informa. Mais uma execução foi registrada na linha de fronteira entre Ponta Porã e Pedro Juan Caballero na noite desta quinta-feira (13). Desta vez, o empresário Rafael Ribeiro foi executado a tiros após ser surpreendido por pistoleiros. Em outubro do ano passado o pai dele também foi morto da mesma maneira.

De acordo com informações apuradas pela equipe de reportagem, Rafael estava com a mulher em um veículo Volkswagen Fox, momento em que atirador em uma moto passou a disparar várias vezes contra o automóvel. Ele chegou a descer do carro para tentar fugir a pé, mas foi alcançado e morto. A suspeita é de que pelo menos 15 disparos de pistola tenham atingido o empresário.

A mulher de Rafael, Liz Paola Bobadilla, de 19 anos, foi socorrida e encaminhada para uma unidade de saúde com ferimentos leves.

No dia 19 de outubro de 2018, o pai da vítima, o comerciante Paulo Dionizio Ribeiro, de 55 anos, foi executado em frente à casa dele, no centro de Pedro Juan Caballero. Ele foi baleado na cabeça, no peito e no braço. Os dois pistoleiros estavam de moto.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

246 KG
Com 246 kg, homem pede socorro e inicia tratamento para fazer cirurgia: 'Não consigo sair com minha família'
Caso raro!
Um redemoinho de fogo assustou produtores rurais na região rural de Santa Helena de Goiás
Economia
Preço do petróleo sobe após ataques na Arábia Saudita
Campo Grande
É o civismo pré-campanha eleitoral dos Vereadores da capital.
Sequestro
Pai pede para segurar bebê e sequestra criança em praça em MS
Interior
Fogo atinge fazenda de Bodoquena e avança em direção à área urbana
50 TIROS
Casal e criança são mortos com cerca de 50 tiros, em Ponta Grossa
Política
Bolsonaro fala sobre julgamento envolvendo autor de facada
Briga causada pelo dinheiro
MS: Homem que matou amigo por causa de moai vai para prisão domiciliar com tornozeleira
Política
Deputado banca bebida alcoólica com dinheiro público