Menu
Busca Dom, 01 de agosto de 2021
(67) 9.9928-2002
COVARDIA

Polícia Civil prende dois por estupro de adolescente indígena em Corumbá

18 janeiro 2019 - 10h01

LADÁRIO (MS):  Na tarde desta quinta-feira (17), Policiais Civis de Ladário promoveram diligências visando localizar os autores de um recente estupro ocorrido na cidade, culminando com o cumprimento de dois mandados de prisão preventiva expedidos pela 2ª Vara Criminal de Corumbá. Em patrulhamento, o primeiro envolvido identificado como GENESIS PÊSSOA ROJAS (18) fora encontrado nas proximidades do Bairro Ernesto Sassida, Corumbá. Em continuidade com as diligências, a equipe policial encontrou o segundo envolvido, identificado com o JOSUE DE SOUZA CRISTALDO (19) na casa de familiares no Assentamento 72, Ladário. Após as prisões, ambos foram submetidos a exame de lesões corporais, interrogados e encaminhados ao Estabelecimento Penal.

Entenda o caso:

No dia 01/01/2019 registrou-se Boletim de Ocorrência aonde os comunicantes narraram que se encontravam em um balneário na “Estrada da Codraza” e ao retornarem para a cidade encontraram a vítima (indígena de 16 anos de idade) chorando com as roupas rasgadas e sujas dizendo que fora “violentada por um amigo do seu marido a mando deste”. Segundo conta na ocorrência, a vítima estava voltando a pé com o marido JOSUE DE SOUZA CRISTALDO (19) e um amigo conhecido por GENESIS PÊSSOA ROJAS, vulgo MOSTRINHO (18) do porto geral da cidade de Corumbá até a casa onde vive com o marido no assentamento 72 em Ladário. Em determinado momento, JOSUÉ parou em um local da estrada que possui uma construção abandonada e chamou a vítima. A vítima atendeu ao chamado, e adentrou na construção abandonada, quando o mesmo abaixou a calça e mandou que a vítima fizesse o mesmo. Diante da situação a vítima começou a chorar quando então JOSUE vestiu as calças e chamou GENISIS dizendo “ela é toda sua”, oportunidade que GENESIS passou a violentar a vítima ordenando que fizesse sexo oral e vaginal. Após o ato, os autores se evadiram rumo ao sítio no Assentamento 72.

Imediatamente após o registro da Ocorrência, o Delegado Titular de Ladário, Dr. Rodrigo Blonkowski ordenou instauração de Inquérito Policial e a realização de diligências visando identificar e qualificar os autores. Com base nas informações repassadas pelo Setor de Investigações da Unidade de Ladário, a Autoridade Policial representou pelas prisões preventivas dos indivíduos, e após a chancela do Ministério Público, foram deferidas pelo Douto Juízo da 2ª Vara Criminal de Corumbá.

“Casos envolvendo violência doméstica tem grande incidência na cidade de Ladário/MS. Todavia, estupros não são casos comuns na cidade. O caso em apreço chamou muito a atenção pelo modus operandi e a pouca idade dos envolvidos. A Polícia Civil de Ladário se encontra atenta e a disposição de toda a população ladarense”, frisou Blonkowski

 

vacina sim

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mato Grosso do Sul
Inscrições prorrogadas para a segunda edição do Prêmio Inova
Oportunidade
Estão abertas as inscrições para curso de idiomas na UEMS
Brasília
PP não vai aceitar filiação de Bolsonaro
Dourados
Agesul retira mais de 800 toneladas de lixo das margens da MS-156 em Dourados
Interior
SubsRacial leva Campanha Julho das Pretas a Rochedo, com temas de saúde e educação
Mato Grosso do Sul
Temperaturas voltam a subir e ar seco segue predominando nesta quarta-feira
Mato Grosso do Sul
Governo investe R$ 5,8 milhões na pavimentação da MS-455, criando novo acesso a Capão Seco
Interior
Corpo de Bombeiros monitora incêndios com imagens de satélite e amplia fiscalização em áreas de focos
Campo Grande
Até quando a massa de ar frio polar vai atuar em Mato Grosso do Sul?
Esportes
Hoje é Dia: nota 10 de Comaneci e Dia do Futebol marcam semana