Menu
Busca Qua, 28 de julho de 2021
(67) 9.9928-2002
INTERIOR

Trabalhadores do lixão de Corumbá reclamam da falta de estrutura

De acordo com os catadores, não há equipamentos de trabalho e nem banheiros.

22 janeiro 2019 - 06h30

Catadores que trabalham no lixão de Corumbá, a 415 km de Campo Grande, reclamam do abandono e das más condições de trabalho. Atualmente, pelo menos 70 pessoas trabalham no local. Elas dizem que improvisam áreas de descanço com lonas para se protegerem do sol.

Israel Xavier, que trabalha no lixão, conta que o grupo reivindica o mínimo de condição para trabalhar.

As 100 toneladas de resíduos que chegam diariamente ao lixão, contrastam com a paisagem verde do Pantanal. O descarte feito no local, não deveria mais ocorrer, pois a Política Nacional de Resíduos Sólidos, previa o fim dos lixões até 2014, em todo o país.

Um levantamento do Ministério Público Estadual (MPE), aponta que mais de 55% das cidades de Mato Grosso do Sul possuem aterro sanitário, e 35 municipios ainda mandam os resíduos para lixões a céu aberto. Na região pantaneira, existe um plano de consórcio entre as prefeituras de Corumbá e Ladário, para que seja feito um aterro sanitário. Porém, não há previsão que a obra fique pronta este ano.

Com informações do G1MS

news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mato Grosso do Sul
Inscrições prorrogadas para a segunda edição do Prêmio Inova
Oportunidade
Estão abertas as inscrições para curso de idiomas na UEMS
Brasília
PP não vai aceitar filiação de Bolsonaro
Dourados
Agesul retira mais de 800 toneladas de lixo das margens da MS-156 em Dourados
Interior
SubsRacial leva Campanha Julho das Pretas a Rochedo, com temas de saúde e educação
Mato Grosso do Sul
Temperaturas voltam a subir e ar seco segue predominando nesta quarta-feira
Mato Grosso do Sul
Governo investe R$ 5,8 milhões na pavimentação da MS-455, criando novo acesso a Capão Seco
Interior
Corpo de Bombeiros monitora incêndios com imagens de satélite e amplia fiscalização em áreas de focos
Campo Grande
Até quando a massa de ar frio polar vai atuar em Mato Grosso do Sul?
Esportes
Hoje é Dia: nota 10 de Comaneci e Dia do Futebol marcam semana