Menu
Busca Sáb, 15 de maio de 2021
(67) 9.9928-2002
EMPREGOS

Uems encerra inscrições para professores com salários de até R$ 8,4 mil

04 maio 2018 - 08h52Por Redação Notícias VIP
A Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) encerra nesta sexta-feira (4) as inscrições de dois processos seletivos que oferecem salários de até R$ 8.442,22. As vagas, destinadas para o campus da Capital e do município de Cassilândia ? distante 418 quilômetros de Campo Grande.

Os profissionais devem ter formação para atuar nas áreas de literatura e inglês. Os processos seletivos serão divididos em duas etapas, sendo a primeira por meio de provas didáticas e a segunda de títulos.

Para ambas as oportunidades, os contratados atuarão em jornadas de 20 ou 40 horas semanais. Para Campo Grande, os interessados em uma das vagas na área de inglês devem procurar a secretaria da gerência, na sede da instituição, das 8h às 12h e das 14h às 18h.

Já as inscrições para professores de literatura, para o campus de Cassilândia, de forma presencial ou via postal, na unidade, Comissão Organizadora de Seleção de Docentes, na Rodovia MS 306, Km 6,4, CEP: 79540-000, das 7h às 11h e das 13h às 17h. Para mais informações, acesse o edital I e II.
news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tempo e temperatura
MS tem predomínio de tempo seco e calor de 36°C para a região pantaneira
Covid 19
Dezenas de corpos de possíveis vítimas da covid aparecem na Índia
Campo Grande
Moradores de bairros reclamam de sujeira e insegurança em Campos Grande
Saúde
Após ultrapassar mais de seis mil mortes, MS registra 653 novos casos da Covid-19
Mato Grosso do Sul
Novos secretários da Casa Civil e da Cidadania tomam posse nesta segunda-feira
Campo Grande
Infestação de pragas urbanas alarma moradores de Campo Grande
Vacina
Mato Grosso do Sul recebe novo lote de vacina da Pfizer nesta segunda-feira
F1
Hamilton sobre GP da Espanha de F1: “Aprendi muito sobre Max hoje”
Poluição
Marinha: três navios são suspeitos por manchas de óleo no NE em 2019
Saúde
Fiocruz: pandemia de covid-19 faz vítimas cada vez mais jovens